Deus Salve o Rei: Amália chora depois de saber que é rejeitada pela nobreza

Publicado há 3 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Amália (Marina Ruy Barbosa) descobriu que a nobreza não a aceita por ser plebeia, em Deus Salve o Rei, na Globo. Com isso, o empréstimo financeiro para a reconstrução de Montemor não será dado. Apesar de lamentar a situação, a mocinha ainda quer encontrar uma maneira de reverter a situação. Confira.

“Eu me esforcei tanto! Para nada! O que mais eu podia ter feito?”, perguntará a protagonista. “A verdade é que não há nada que você pudesse ter feito para mudar a cabeça dura e antiquada daqueles monarcas. Eles não querem que nada mude para não perderem o poder. Não se sinta diminuída por causa deles, filha”, consolará Constância.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Veja também: Rejeitada pela nobreza de Cália, Amália consegue dar a volta por cima, em Deus Salve o Rei, na Globo

“A primeira vez que Afonso me trouxe a esse castelo… eu tinha certeza que sofreria esse tipo de rejeição. E por isso eu fui embora. Hoje, eu vejo que errei. Eu não devia ter partido. Porque agora…”. “É exatamente o que está acontecendo. Mas você é forte, e vai enfrentar todos eles”, avaliará a mãe de Amália.

“Mas pior não é o que eu tenho que aguentar, porque eu aguento isso e muito mais… a questão é que Afonso está pagando um preço muito alto para me ter ao seu lado”. “Mas é um preço que, desde o início, ele sabia que ia ter que pagar”. “Ele não conseguiu o empréstimo para reerguer Montemor por minha causa, minha mãe!”.

“Eles é que estão errados! Vocês não têm culpa nem por terem nascido onde nasceram, nem por terem se apaixonado. Nunca abaixe sua cabeça!”, orientará Constância. “Eu preciso ajudar Afonso, de alguma maneira… mas não sei como”, dirá com um tom de preocupação.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio