Dedé Santana revela relação com Renato Aragão: “Passamos fome juntos”

Publicado há 3 anos
Por Philippe Azevedo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O comediante Dedé Santana participou da edição ao vivo de sexta-feira (16) do Programa Pânico, na Rádio Jovem Pan. Entre os diversos assuntos abordados, Dedé comentou sobre sua relação com Renato Aragão e remake de Os Trapalhões, exibido recentemente pela Globo.

Em uma das ocasiões, Dedé contou à trupe do Pânico que sempre brigou com Renato Aragão, o intérprete de Didi Mocó, durante a produção de filmes e programas. “Sempre brigamos muito. Eu dirigia vários filmes, eu discutia muito com ele. Eu tive brigas terríveis com ele. Eu queria uma coisa e ele queria outra, mas eu era o diretor. Quando eles pensavam que a gente tava brigado, a gente estava gravando os Trapalhões em Portugal. Era só Dedé e Didi. E o pessoal aqui no Brasil achando que a gente tava brigado e separado”, contou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA TAMBÉM: “Eu tenho certeza que hoje daria problema”, diz Dedé Santana sobre humor de Os Trapalhões

Apesar disso, o comediante contou que passou por muitas situações com ele, inclusive passar fome. “Eu não sou só amigo, eu sou admirador dele, nós começamos juntos, passamos fome juntos, fomos mandados embora de televisão. A diferença minha e do Renato, eu acho, é que ele é advogado, tem uma cabeça para o comércio, e eu nunca soube administrar minha vida”, explicou.

Questionado sobre o remake Os Trapalhões, Dedé afirmou que o público não entendeu a homenagem. “A intenção da Globo foi fazer uma grande homenagem aos Trapalhões, não foi substituir o Mussum nem o Zacarias, o pessoal não entendeu bem isso, foi para homenagear a gente. Eu me senti honrado em ser homenageado para a Globo”, completou. Com informações do site TV Foco.

Assista ao vídeo da declaração:

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio