Declaração polêmica de Mallu Magalhães no Encontro causa fúria na internet

Publicado em 23/06/2017

Na edição desta sexta-feira (23) do Encontro com Fátima Bernardes, Mallu Magalhães foi a atração musical do programa e falou sobre a polêmica do clipe que fez da música Você Não Presta, no qual bailarinos negros aparecem dançando com os corpos com óleo, o que ativistas apontaram ser uma forma de hipersexualizar o corpo e remeter ao período da escravidão, quando  escravos tinham que passar banha no corpo para parecerem mais saudáveis.

“Quando eu fiz o clipe, a minha ideia era fazer um clipe de dança e de convite a todos. Em nenhum momento eu considerei cor de ninguém na seleção de casting, nem reparei qual era o número de pessoas, que cor que elas eram, nada”, afirmou a famosa.

Mulher faz discurso homofóbico no Encontro e Nicette Bruno rebate com show de tolerância

Depois, quando foi interpretar a canção, a artista soltou uma frase que repercutiu nas redes sociais. “Essa também é para quem é preconceituoso e diz que branco não pode tocar samba“, disparou.

Pelo Twitter, muitos internautas criticaram Magalhães e disseram que ela tentou falar sobre racismo inverso, e outros a defenderam e alegaram que está existindo um excesso no patrulhamento das situações.

Veja: