Debora Bloch revela detalhes da nova temporada de Segunda Chamada: “Um trabalho bastante realista”

A atriz é a protagonista da produção cuja segunda temporada estreia nesta sexta (10) no Globoplay

Publicado em 08/09/2021 20:40
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir desta sexta-feira (10), Debora Bloch volta a dar vida à professora de português Lucia, na nova temporada da série Original Globoplay Segunda Chamada. Nesta sequência, a docente regressa à Escola Estadual Carolina Maria de Jesus após o divórcio do marido e o fim do mistério envolvendo a morte do filho decidida a evitar a suspensão do curso noturno para jovens e adultos.

Por sua interpretação na primeira temporada da obra, a atriz foi eleita Melhor Atriz pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Na entrevista abaixo, Debora fala sobre os conflitos que sua personagem vai enfrentar, sua preparação para o papel e a expectativa para a segunda temporada.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A Lúcia chega nesta segunda temporada com alguns conflitos internos resolvidos, mas com novos desafios profissionais. Qual é a sua percepção da professora nesta segunda temporada?

Nessa segunda temporada, o grande problema da escola é a falta de alunos e o risco de ser fechada por causa disso. Lucia vai estar empenhada em trazer alunos para a escola e assim impedir o fechamento. Ela vai trazer pessoas em situação de rua e se envolver com esses alunos e suas questões.

Na sua opinião, qual é a principal mensagem desta nova fase de Segunda Chamada e o que o público pode esperar da série?

A série é sobre educação, mas principalmente sobre pessoas que não tiveram acesso a ela. O público vai entrar em contato com personagens que são invisíveis na nossa sociedade e que a gente não costuma ver retratados na TV.

Como é voltar ao set e dar continuidade à história de Segunda Chamada?

Depois de um ano de confinamento, voltar ao set foi um alívio e um alento. Com toda a dificuldade que é gravar na pandemia, poder voltar ao nosso trabalho foi muito bom. Foi uma alegria.

Como foi a sua preparação para voltar a viver a professora Lúcia nesta nova fase?

Tivemos muitas leituras e ensaios, mas a novidade foi a pesquisa e os encontros para conhecer a realidade da população em situação de rua. Tivemos palestras com pessoas que trabalham com essa população e também conversas com algumas pessoas que vivem nas estradas. Aprendi muito com esse processo, e acho que fui transformada por ele.

Segunda Chamada ficou conhecida por tratar de diversas questões sociais, além da problemática do ensino noturno para jovens e adultos. Agora, uma nova realidade vem à tona com a chegada dos alunos em situação de rua. Como você avalia a forma como esse debate é abordado na série?

Fizemos um trabalho bastante realista. A série trata do assunto sem preconceito ou julgamento, que é como acredito que deve ser tratado. Essas pessoas se tornam invisíveis para a sociedade, são desumanizadas e isso precisa ser mudado. Aprendi muito fazendo essa temporada e lidando com esse assunto. E espero, do fundo do meu coração, que as pessoas em situação de rua se sintam representadas.

Original Globoplay, Segunda Chamada é uma série da Globo em parceria com a O2, criada por Carla Faour, Julia Spadaccini e Jo Bilac. A segunda temporada de Segunda Chamada é escrita por Carla Faour e Julia Spadaccini, com Dino Cantelli, Gionana Moraes, Maira Motta e Marcos Borges. A direção é de Joana Jabace, Henrique Sauer e Pedro Amorim; com direção artística de Joana Jabace, e direção geral de Pedro Amorim. A produção na TV Globo é de Isabela Bellenzani e na O2, de Bel Berlinck.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio