De bailes da terceira idade a crochê, Marisa Monte passeia pelos temas de sua vida em papo com Jô Soares

Publicado há 4 anos
Por Endrigo Annyston
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Considerada por Jô Soares a cantora mais importante desta geração na MPB, Marisa Monte é a convidada da noite desta sexta-feira, dia 25, do ‘Programa do Jô’. O apresentador demonstra seu respeito pela carioca, sobretudo por sua atitude profissional: “Você respira sua profissão, é séria, mas não é chata.” Marisa credita sua postura ao amor pela música. Apesar de, principalmente por meio da sua voz, manifestar a veia artística, a dança também é uma prática que a encanta.

Após assistirem ao clipe de “Ainda Bem”, Jô indaga a cantora sobre como surgiu a ideia de chamar o lutador Anderson Silva para participar do clipe. “Não queria um dançarino profissional, mas alguém que gostasse de dançar, assim como eu”, explica e complementa ao dizer que, no início, pensou que era uma vontade muito distante de se tornar realidade. Porém, o lutador aceitou rapidamente o pedido. Marisa e Anderson se conheceram no dia da filmagem e passaram a tarde inteira gravando o vídeo. “Sou eternamente grata ao Anderson, ele foi muito gentil”, relembra com carinho a cantora.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A dança também se manifesta de outra maneira na rotina de Marisa: ela gosta de frequentar bailes da terceira idade. Quando tem um espaço na agenda de apresentações, a cantora visita um baile perto de sua casa, no Rio de Janeiro, senta-se e observa o romance entre os frequentadores – até que é tirada para dançar por um dos senhores. Marisa ainda confessa a Jô que eles são os melhores professores de dança. O apresentador destaca que este encantamento é notável na fala da cantora e comenta: “A dança em você é quase como uma segunda pele”.

Marisa ainda afirma ser uma pessoa muito produtiva. Aos 14 anos, teve aulas de teatro e começou a aprender música; já aos 16 anos, teve um momento empreendedor e criou uma confecção de bijuterias e bolsas de couro, rendendo-lhe seu primeiro salário. Há anos, o que a deixa produtiva nos intervalos de viagens e shows é a prática de crochê e costura. Para Marisa, essas atividades são um auxílio para se manter ativa e não cair no tédio. Ao longo do ‘Programa do Jô’, ela presenteia a plateia com trechos de canções marcantes da Música Popular Brasileira. Acompanhada pelo renomado músico Dadi Carvalho, a cantora se reveza entre violão e ukulele para tocar “A Sua”, “Amor I Love You”, “Velha Infância” e “Beija Eu”.

O ‘Programa do Jô’ vai ao ar de segunda a sexta-feira, logo após o ‘Jornal da Globo’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio