DAZN anuncia oficialmente Campeonato Paranaense e reduz preço de mensalidade para 2020

Publicado há 9 meses
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O DAZN confirmou nesta segunda-feira (16) que irá transmitir o Campeonato Paranaense a partir de 2020. Segundo apurou a reportagem do Observatório da Televisão, a plataforma de streaming esportiva pagará R$ 400 mil para cada clube participante igualitariamente.

Ao todo, o DAZN pretende mostrar 52 jogos da competição. Será o primeiro campeonato estadual transmitido pela plataforma, que tem Athletico-PR, Coritba e Paraná como seus principais atrativos. Além disso, o DAZN anunciou a redução do preço de sua assinatura para o Brasil.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir de janeiro, o DAZN deixa de custar R$ 39,90 para custar R$ 19,90. A redução no preço faz parte de um pacote do DAZN para angariar mais assinantes no Brasil, mesmo que neste ano já tenha se tornado o aplicativo de Esporte mais baixado do país.

“Já temos um grande número de brasileiros dentro da plataforma e alcançamos recorde de downloads em apenas sete meses de operação” afirma Bruno Rocha, Vice-Presidente Executivo do DAZN no Brasil. Rocha espera um crescimento ainda mais veloz no número de assinantes a partir de agora.

“Estamos muito otimistas com a velocidade e a escala de crescimento que ganharemos com o novo preço de R$19,90 por mês. Seguiremos investindo em conteúdo de qualidade para os nossos assinantes e a chegada de uma competição com a importância do Campeonato Paranaense reforça nossas intenções no país”, conclui ele.

Além do Campeonato Paranaense de 2020, o DAZN confirma para 2020 as transmissões da Copa Sul-Americana, do Campeonato Inglês, Italiano e Francês, além da Série C do Campeonato Brasileiro, do NBB (Novo Basquete Brasil) e da Copa da Inglaterra. Novos direitos também seguem sendo negociados, como a Copa do Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais