Datena se revolta com morte de jovem e sobra até para Bolsonaro

Publicado há um ano
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na edição desta quinta-feira (12) do Brasil Urgente, Datena falou sobre o caso de Aline Silva Dantas, de 19 anos, que saiu de casa para comprar fraldas e que depois sumiu. O corpo da jovem foi encontrado escondido numa pilha de madeira e parcialmente carbonizado.

O apresentador ficou mexido ao ver a entrevista na qual o pai de Aline aparece muito abalado. A família é de Alumínio (SP). “Poucas vezes me senti tão mal e revoltado desse jeito com o pai chorando”, afirmou o comunicador.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não tem nada, não tem serviço, educação, saúde. Não tenho mais paciência. Família desolada, arrebentada, não dá mais. Querem ainda aumentar imposto? Para que? O povo já está ferrado, não tem emprego”, disparou o famoso.

“O presidente da República [Jair Bolsonaro] disse que não ia ter imposto, vai ter agora? Para que? Ver pai chorando desse jeito porque não tem segurança pública, mãe desmaiada, a menina sofreu para caramba antes de morrer”, avaliou.

“Vocês que pensam em reforma de Previdência, quero que vocês políticos resolvam esse problema, porque não é correto pai e mãe enterrar filho, só em tempo de guerra. Estamos vivendo tempo de guerra”, concluiu Datena.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais