Datena sai em defesa de William Bonner e da imprensa após ataques de Bolsonaro

"Não aceito o termo ‘canalha’ para a história da imprensa brasileira"

Publicado há 6 dias
Por Henrique Carlos
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na noite da última quarta-feira (6), William Bonner acabou viralizando nas redes sociais ao imitar o presidente Jair Bolsonaro, tudo durante o Jornal Nacional. Mas no dia seguinte, foi atacado pelo político durante uma conversa com seus apoiadores.

“William Bonner, sem-vergonha, vai ter seringa pra todo mundo. William Bonner, por que teu salário foi reduzido? Porque acabou a teta do governo. Vocês têm que criticar mesmo. Quase R$ 3 bilhões por ano para a imprensa e, em grande parte, pra vocês. Acabou a grana, William Bonner”, afirmou Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Porém, durante o Brasil Urgente da última quinta-feira (7), José Luiz Datena criticou a atitude do presidente da República. Primeiro por conta das opiniões de Bolsonaro sobre as eleições nos Estados Unidos e depois sobre o ataque ao congresso americano. Porém, o apresentador também defendeu William Bonner.

“Não aceito o termo ‘canalha’ pra mim. E não aceito o termo ‘canalha’ para a história da imprensa brasileira. Se não fosse a imprensa brasileira hoje não viveríamos num país democrático. Respeito minha profissão, respeito meus colegas de trabalho. Não sou canalha. Nenhum de nós pode chegar em casa e ser questionado por nossos filhos: ‘O senhor é canalha, papai?’ Eu não sou canalha, não aceito esse termo”, concluiu Datena.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio