Datena quebra protocolo e defende Bolsonaro ao vivo na Band: “Temos mais fuzil que pirulito”

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O apresentador José Luiz Datena surpreendeu a audiência durante a edição de hoje (quarta-feira, 8) de seu programa na Band, o Brasil Urgente. Ele quebrou o protocolo ao vivo e fez um discurso inflamado a favor do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, o qual facilita o acesso legal do brasileiro às armas de fogo.

“Entendo o decreto que Bolsonaro fez. Eu recebo ameaça para caramba, sou ameaçado todo o dia. Quer me matar, pode matar. Não estou nem aí, já vivi bem. Eu não estou na idade para usar pistola. Pode me dar 380 tiros se quiser. Teve uma época que eu recebia ameaças pesadas, e cheguei a andar armado, mas eu tinha posse de arma. Muita gente está escrevendo, sem receber qualquer tipo de ameaça. Queria ver eles escreverem e sendo ameaçado como eu sou”, disparou o pai de Joel.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Na visão de Datena, a nova lei vigente deve ajudar a combater a posse e o uso ilegal de armas de fogo, sobretudo para os que escolhem viver à margem da sociedade. “Hoje temos mais fuzil do que pirulito. Tem que desarmar o bandido também e impedir o contrabando de armas”, concluiu.

Val lembrar que não é de hoje que o apresentador da Band apoia expressamente o governo Bolsonaro. Ele também é defensor ferrenho da Reforma da Previdência, entre outras medidas prometidas ou já promulgadas pelo atual presidente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio