Datena é motivo de bate-boca público entre Alexandre Frota e filho de Bolsonaro

Publicado há um ano
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O apresentador Datena, da Band, é se tornou a razão de uma discussão acalorada entre o deputado federal Alexandre Frota e o também deputado federal Eduardo Bolsonaro. O comandante do Brasil Urgente, da Band, que já defendeu o presidente Jair Bolsonaro na TV, participou de uma reunião com alguns membros do PSL para uma especulada filiação ao partido para supostamente concorrer à prefeitura de São Paulo em 2020.

Aparentemente, Frota não gostou e Bolsonaro respondeu, fazendo com que o bate-boca se tornasse público. A discussão começou com uma publicação de um post do filho do presidente falando sobre as possibilidades de Datena declarando torcida para que Datena integre os quadros do partido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele destacou a fama que que o apresentador ganhou na televisão por defender a segurança pública. “Tivemos hoje uma boa reunião do PSL com Datena. Nesta ocasião, conversamos sobre eventual filiação ao PSL. Está tudo em aberto e torcemos para que uma pessoa reconhecida pela defesa da segurança pública venha e enaltecer os quadros do PSL-SP”, escreveu no Twitter.

Começa a discussão

Neste momento, Frota resolveu entrar na conversa. Ele relembrou que Datena já quase se candidatou a um cargo público e acabou não indo até o fim O deputado ironizou dizendo que espera que ele não desista. “Olha, que bom o Datenão no PSL, vou torcer espero que não desista como fez na eleição passada. A Corte toda montada, inclusive a nova do PSL Dra. Karina Kufa. Os Estaduais devem estar felizes. Olha, o Gil Carteiro Reaça e o Príncipe Orleans”, falou se referindo à foto da reunião.

Eduardo Bolsonaro, por sua vez, preferiu não ficar calado e
respondeu a afronta. Ele falou que Alexandre Frota só foi eleito porque pegou
carona na força popular de Bolsonaro. “Falou o
deputado eleito na carona do Bolsonaro e que só fala mal da direita. Acredite,
eu não queria essa função de presidente, relutei muito, mas não podemos fugir
da nossa responsabilidade de moralizar o partido. Isso evitará eleição de
caroneiros”.

Com isso, Frota resolveu acusar o filho presidente de caroneiro também. “Existe filho Caroneiro também. Só para te lembrar, em 2014, você não teve nem 85 mil votos, mas para a gente não brigar no Twitter eu vou falar no Plenário, e vou no estatuto do PSL. Vou pedir auditoria, vou querer saber [a] quantas reuniões você compareceu e quantas atas assinou?”, concluiu, marcando a conta do partido no tuíte.

Confira os tuítes na íntegra

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais