Datena detona Mandetta e elogia Nelson Teich: “Foi mais digno que o outro”

Comentários do apresentador geraram repercussão no Twitter

Publicado há 6 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O apresentador José Luiz Datena deu o que falar na tarde de hoje (sexta-feira, 15) ao comentar, durante a última edição de seu Brasil Urgente, o pedido de demissão de Nelson Teich do Ministério da Saúde, um mês após ter assumido o cargo dentro do governo Bolsonaro.

Inicialmente, Datena teceu críticas à postura do médico ao se despedir do ministério. “E aí, quando todo mundo esperava que ele dissesse ‘eu saí por causa disso, disso e daquilo’, ele passou a mão nos papéis, falou mais alguma coisinha, levantou e foi embora. Ninguém entendeu absolutamente nada!“, disparou.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em seguida, ele recordou a polêmica passagem de Luiz Henrique Mandetta pela mesma função. “Um cara que fazia poesia, que falava, que a imprensa gostava, mas que errou no pico da doença e fez com que o brasileiro não acreditasse mais que essa doença seria tão grave quanto é. Médico não abandona paciente, e ele de certa forma abandonou“, descreveu, sem citar nominalmente o ex-ministro.

Por fim, o âncora da Band fez um balanço – positivo – da breve trajetória de Teich à frente do Ministério da Saúde. “Não deu nem pra perceber o que ele fez, mas tentou fazer alguma coisa – e foi sincero quando lhe perguntaram sobre o pico [do coronavírus]. Pelo menos foi mais digno que o outro que saiu“, concluiu Datena.

Passando pano?

Nas redes sociais, a análise feita pelo pai de Joel Datena gerou incontáveis reações, levando seu nome, inclusive, aos Trending Topics (assuntos mais comentados) do Twitter.

O bolsonarismo do Datena é algo nojento. Dizer que o Teich foi mais correto que o Mandetta é de embrulhar o estômago“, afirmou uma das publicações. Confira outras.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais