Daniela Escobar passa aperto em gravações de A Garota da Moto: “Me dava falta de ar”

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O SBT anda pura empolgação com a volta de sua série nacional A Garota da Moto à grade, em episódios inéditos. Para a atriz Daniela Escobar, porém, rodar parte de suas sequências na história não foi nada fácil. Isso porque as primeiras cenas da vilã Bernarda, sua personagem, acontecem dentro de um presídio.

“Gravar dentro das celas foi meu maior desafio. Aquele lugar me dava calafrios. A energia era muito pesada. E foram muitos dias lá dentro… Às vezes me dava falta de ar. De tão horrível que é, para mim, ficar trancada em dois metros quadrados”, relatou, em depoimento ao jornalista Daniel Castro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Audiência: Nova temporada de A Garota da Moto supera programas da Record com 42% de vantagem

Bernarda está presa desde o fim da temporada anterior. Ela acabou assim graças às suas investidas contra Joana (Christiana Ubach) e o filho dela, Nico (Enzo Barone). “É um ambiente absolutamente medonho. Uma pessoa tem que ser mesmo muito doente da cabeça para não se importar de ir para a cadeia”, considerou ainda a intérprete.

Daniela Escobar colecionou trabalhos elogiados na Globo. Entre eles, a novela O Clone (2001) e na minissérie A Casa das Sete Mulheres (2003). Ela se desligou da emissora carioca após fazer Flor do Caribe (2013). De lá para cá, sua única atuação em folhetins se deu na controvertida saga bíblica da Record, Apocalipse (2017).

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais