Daniel Ortiz relembra como reescreveu Salve-se Quem Puder às pressas: “Terminei esgotado”

A trama foi interrompida em razão da pandemia da covid-19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os capítulos inéditos de Salve-se Quem Puder voltam a ser exibidos nesta segunda (17). Em 2020, a trama foi atingida em cheio pela pandemia da covid-19. O imprevisto obrigou o autor Daniel Ortiz a repensar seus planos. Isso porque, quando o vírus chegou ao Brasil, ele já estava no 96º capítulo.

Ele, então, foi avisado por Silvio de Abreu, que ocupava o posto de diretor de dramaturgia, que a trama sairia do ar e, por isso, precisava de um final de temporada.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Era domingo e as cenas decisivas seriam gravadas no máximo até a terça, antes da paralisação completa dos Estúdios Globo, no Rio de Janeiro. Eu adiantei o encontro de Luna [Juliana Paiva] e Dominique [Guilhermina Guinle], que seria exibido originalmente no capítulo 92, para o 54. E joguei fora tudo que já tinha escrito no meio“, relatou em entrevista ao portal Notícias da TV.

Com isso, cerca de 40 episódios foram descartados e a produção passou ainda por uma série de imprevistos. “De repente, a Sabrina Petraglia [Micaela] ficou grávida, e o José Condessa [Juan] saiu da novela. Foi muito intenso, porque precisei dar um jeito sem saber nem como a gente se protegeria da doença”, lembrou.

Daniel revelou ainda que passou a trabalhar arduamente para colocar a trama de volta no ar. “Eu terminei a novela esgotado, pouco antes de gravarem a última cena. Sem contar que engordei oito quilos, porque não conseguia levantar [do computador]. Sempre tinha algo para mudar, algum ajuste, alguém que pegou Covid”, confessou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio