Conversa com Bial: Nanda Costa e Lan Lanh contam sua história de amor no programa

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carinho, aplausos e muitos gritos. Assim foi a recepção da plateia do Conversa com Bial para Nanda Costa e Lan Lanh, as convidadas do programa que vai ao ar nesta sexta-feira, dia 3. Um brinde a uma história que virou notícia recentemente, mas que vem sendo construída há mais de quatro anos. Aconteceu quando a atriz e a percussionista deram início ao namoro.

Algumas coincidências ao longo da vida – amigos em comum, admiração mútua pelo trabalho e a busca de Nanda por um apartamento no mesmo condomínio de Lan – aproximaram as duas. Mas até o último dia 12 de junho, data em que assumiram o romance publicamente, elas viveram momentos de muito receio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Eu não deixava de fazer nada, mas tomava cuidado. Não queria que o fato de estar namorando uma mulher viesse à frente da minha profissão. Acho que amor e liberdade têm que existir em primeiro lugar e me sinto livre para amar a Lan. Eu não estava preparada (para anunciar isso antes) e não ia me fazer bem”, explica a atriz. Segundo ela, se sentiu fortalecida com os últimos trabalhos realizados, em ‘Pega Pega’ e em ‘Entre Irmãs’.

Leia também: Andressa Suita exibe barriga 10 dias após dar à luz Samuel

Lan Lahn fala sobre a experiência com os paparazzi no Conversa com Bial

Mais tímida e reservada, Lan admite que não tinha tanta experiência como a amada para enxergar os paparazzi na rua. Hoje, depois de tornarem pública a relação, ela se sente aliviada com a recepção das pessoas. “Foi uma onda enorme de amor que recebemos”, comenta.

Esse amor também veio de casa, da família. Na plateia, a mãe e a avó de Nanda e a mãe de Lan relatam como foi, para elas, a recepção da notícia de que as filhas eram homossexuais. A maior lição vem da avó da intérprete de Maura, de ‘Segundo Sol’.

“Quando ela me contou, fiquei surpresa, mas depois a gente foi aceitando. Lá em casa, a gente sempre exigiu muito amor, não podia faltar amor. E a gente quer a felicidade dela”, afirma Maria Inês.

Além de mostrar imagens da atriz quando criança, em Paraty (RJ), Pedro Bial traz um minidocumentário em que são apresentadas as histórias do coletivo ‘Mães pela diversidade’, que luta pelos direitos da comunidade LGBTQIA+. O palco da atração ganha, ainda, apresentações musicais da Nanda e Lan.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio