Conheça Rodrigo Branco, o ex-diretor de TV acusado de racismo

Publicitário ficou 11 anos na Band e trocou TV brasileira por negócios com artistas nos EUA

Publicado há 8 meses
Por Arthur Pazin
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Desde a última segunda-feira (30), o nome de Rodrigo Branco tem sido acessado pelos internautas após ele ser acusado de racismo durante uma live, em que chamou Thelma, do BBB20 de ‘negra coitada’ e alegou que Maju Coutinho está a frente do Jornal Hoje somente por ser negra.

Após as polêmicas, o empresário, que vive em Orlando (EUA), se pronunciou e explicou que havia se expressado mal. No entanto, Maju Coutinho já anunciou que pretende entrar com um processo contra o ex-diretor de TV.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Rodrigo Branco está fora do Brasil desde 2014, quando se mudou com a ex-esposa, a radialista Vivian Mellim, para a terra do tio Sam para fazer negócios. Ele começou, na realidade, com uma consultoria de marketing para famosos brasileiros, intermediando em contratos de divulgações entre as celebridades e marcas conhecidas da cidade.

Desde então, muita gente conhecida por aqui teve uma forcinha graças aos negócios de Rodrigo, que é conhecido entre os famosos por ‘prefeito de Orlando’.

Entre eles, Ivete Sangalo, Anitta, Ludmilla, Luan Santana, Juliana Paes, Sabrina Sato, Carolina Dieckmann, Rodrigo Faro, Dani Calabresa e Deborah Secco, que chegaram a se hospedar de graça por meio de negócios feitos por ele.

Além dos talentos brasileiros, Rodrigo chegou a idealizar projetos para Rihanna e Justin Bieber e se consolidou no ramo na América do Norte.

Carreira

Formado em Publicidade e Propaganda, ele possui também registro profissional de jornalista e Rádio e TV e começou sua carreira por aqui como estagiário da Band.

Na sequência, ele foi contratado pela emissora do Morumbi como assistente de produção e atuou, ainda, como produtor, coordenador de produção e assistente de direção, tornando-se diretor com apenas 23 anos, ocasião em que recebeu o Prêmio Jovem Brasileiro.

Na Band, ele ficou 11 anos e dirigiu programas apresentados por Márcia Goldschmidt (Márcia), Adriane Galisteu (Muito +), Luiz Bacci (Tá na Tela) e Nadja Haddad (Vídeo News), além de comandar a transmissão do Grammy Latino no Brasil e trabalhar com coberturas de carnaval ao lado de Luciano do Valle, Renata Fan, Mariana Ferrão, Luciano Faccioli e Silvia Poppovic e na idealização do programa A Liga.

Além da Band, Rodrigo esteve envolvido em projetos para os canais Multishow e GNT e para os programas The Ultimate Fighter, do UFC e Ridículos, da MTV. Fora da TV, ele trabalhou com Marcos Buaiz, marido da cantora Wanessa Camargo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio