Conheça o núcleo da pensão de Êta Mundo Bom!

Dona Camélia se envolve com os dramas dos outros personagens

Publicado há 9 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em muitas produções de época, sobre a primeira metade do século passado, que se passam em grandes cidades, como São Paulo, uma pensão tem papel fundamental: o de receber e instalar os imigrantes. Em Êta Mundo Bom!, os que chegam do interior ficam no aconchegante estabelecimento de Dona Camélia.

A personagem, interpretada por Ana Lúcia Torre, é a protagonista do núcleo, fazendo com que todas as histórias girem. De personalidade amável, ranzinza e mão de vaca, é ela quem recebe em sua pensão Candinho, o papel principal da novela e feito por Sérgio Guizé, e seu amigo Policarpo, o burro de estimação dele.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Sem dinheiro na cidade grande, ela chega até expulsá-lo da pensão, mas fica com o animal como garantia de que ele vai lhe pagar pela hospedagem. O protagonista consegue recuperar o animal da pensão de Dona Camélia, depois de vender pipoca com Pirulito, do ator JP Ruffino, e levantar o dinheiro.

Pirulito e Candinho, de Êta Mundo Bom! (Reprodução)

Apesar de ser um núcleo mais leve e que serve de corredor para diversos personagens, alguns acabam permanecendo na pensão e as histórias passam a ser fortalecidas por alguns dramas. Um deles é o de Gerusa, interpretada por Giovanna Grigio, que fica gravemente doente ao longo da história. A situação deixa Camélia muito preocupada, já que a menina é sua neta.

Outro que vive na pensão e sofre com a enfermidade da garota é Osório, do ator Arthur Aguiar, que trabalha em uma loja de tecidos. Eles vivem uma linda, romântica história de amor, que ultrapassa a vida terrena.

Além deles, o golpista Romeu, interpretado pelo ator Klebber Toledo, também aparece na pensão. Na maioria das vezes, contando seus feitos para ganhar dinheiro fácil.

Outros hóspedes destacáveis são Seu Evandro, do ator Cláudio Tovar, que faz radionovelas. Ele é o sonoplasta das produções, que eram muito populares, ouvidas. Tem ainda a professora Olga, da atriz Maria Carol Rebello, que não consegue emprego e, escondidamente, dança no bordel.

Até Maria, interpretada por Bianca Bin, que se reaciona com muitos outros personagens, passa pelo núcleo da pensão, já que, no início da história tem um emprego em que ajuda Dona Camélia a costurar para fora.

Do começo ao fim, o núcleo, portanto, tem como espinha dorsal a própria Dona Camélia, que, apesar de não ter um drama próprio, se envolve e se desliga dos personagens que por ali passam. Vale lembrar que Êta Mundo Bom! volta ao ar nesta segunda-feira (27), no Vale a Pena Ver de Novo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio