Conheça o livro que inspirou Poliana Moça, segunda temporada da novela infantil do SBT

Obra de Eleanor H. Porter foi publicada em 1915

Publicado há 4 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com As Aventuras de Poliana prestes a se despedir da telinha, muita gente tem se perguntado o que esperar de Poliana Moça, título provisório da segunda temporada que o SBT prepara para a novela infantil, em 2021.

O ponto de partida para esta sequência da saga deve ser o livro Pollyanna Moça (Pollyana Grows Up), lançado em 1915 pela norte-americana Eleanor H. Porter (1868-1920), mesma autora da saga original. A obra era dedicada a retratar a juventude da outrora menina Pollyanna, agora transformada em uma jovem de 20 anos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A história de Pollyanna Moça se divide em duas partes. A primeira tem início quando Pollyanna recebe a autorização de sua tia Polly – correspondente à Luísa (Thaís Melchior) da novela do SBT – para passar uma temporada na casa da sra. Carew, uma mulher que perdeu a alegria de viver após o desaparecimento de seu sobrinho.

Ao mesmo tempo em que vai recuperando o otimismo por meio da filosofia de vida que Pollyanna lhe empresta, a sra. Carew acaba reencontrando o tal parente.

Trata-se de Jamie, um verdadeiro gênio da literatura, mas obrigado a se locomover por meio de muletas e de cadeira de rodas graças a um defeito físico. Parte da história desses personagens já foi usada na primeira Poliana, através das figuras de Ruth (Myrian Rios) e Bento (Davi Campolongo).

A segunda parte do livro mostra Pollyanna e sua tia Polly retornando de uma temporada na Alemanha. Falida financeiramente e viúva de seu marido, o Dr. Chilton, Polly retorna à amargura de outrora.

Sua sobrinha, porém, dá um jeito de animá-la ao transformar sua antiga casa em um pensionato, onde personagens do passado ressurgem para fazer-lhes companha. A sra. Carrew e o amigo de infância de Pollyanna, Jimmy Bean – correspondente a João (Igor Jansen) -, são alguns deles.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais