Conheça a história de Salve-se Quem Puder, a próxima novela das 19h

Publicado há 10 meses
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Três mulheres. Novas identidades e uma única certeza: suas vidas estão entrelaçadas para sempre. A próxima novela das sete Salve-se Quem Puder vai mostrar a história de um trio formado por Alexia (Deborah Secco), uma atriz em ascensão prestes a viver a melhor fase da carreira; Luna (Juliana Paiva), uma jovem estudante de fisioterapia, que está perto de conquistar o tão sonhado diploma e Kyra (Vitória Strada), que se prepara para o casamento planejado por anos.

Elas estão em Cancún, no México, no momento da chegada de um furacão. O fenômeno que nada deixa no lugar também provoca mudanças profundas nas vidas das três: elas se tornam testemunhas de um crime que vai unir seus destinos. Situações divertidas e inusitadas dão o tom a esta comédia romântica repleta de aventura e suspense.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As protagonistas Deborah Secco, Juliana Paiva e Vitória Strada, o autor Daniel Ortiz e o diretor Fred Mayrink conversam com a imprensa. (Divulgação/ TV Globo)

Salve-se Quem Puder é criada e escrita por Daniel Ortiz, com direção artística de Fred Mayrink. Os sonhos de Alexia, Luna e Kyra são interrompidos quando elas presenciam o assassinato de um juiz. Condenadas a viver sob a custódia do Programa de Proteção à Testemunha e à sombra de novas identidades, elas iniciam uma outra vida na fictícia Judas do Norte, no interior de São Paulo, depois que são dadas como mortas.

É preciso mudar para sobreviver. O nome, a aparência, o estilo de vida. Deixar para trás amigos, família e a rotina. Acolhidas por uma família protetora, agora há regras rígidas a serem seguidas para a permanência no Programa. A primeira delas é a interrupção imediata de qualquer tipo de contato com conhecidos. Uso de celulares e redes sociais? Nem pensar. Frequentar os mesmos lugares e cultivar hábitos do passado? Fora de cogitação.

Luna (Juliana Paiva) em Salve-se Quem Puder (Divulgação/ TV Globo)

Agora Alexia vira Josimara, Luna assume o nome de Fiona e Kyra é Cleyde, novas pessoas com um padrão de vida bem diferente. Nem mesmo seus protetores conhecem o passado de cada uma delas. Mas será que o trio conseguirá permanecer na clandestinidade e isolado por tanto tempo?

A sensação da perda da liberdade é um incômodo que elas não conseguem superar e a fuga para São Paulo será o primeiro passo na tentativa de retomar suas vidas. Somente o tempo colocará à prova os sonhos que essas três mulheres perseguiram por toda a vida. Será que eles agora fazem sentido? Serão eles que as farão realmente felizes?

Para começar a dar vida a essa história, no final de setembro, as gravações de Salve-se Quem Puder tiveram início por externas no Rio de Janeiro. No mês seguinte, a equipe embarcou para Cancún, no México, para gravações em locais como Isla Blanca e diversas praias da região, além do centro da cidade. Os atores Deborah Secco, Juliana Paiva, Rafael Cardoso, Guilhermina Guinle, José Condessa, Bruno Ferrari, Nina Frosi e João Baldasserini gravaram por cinco dias na região.

Kyra (Vitória Strada) em Salve-se Quem Puder (Divulgação/ TV Globo)

A viagem a Cancún, local em que se passa o início da novela, traz para o público um pouco sobre um fenômeno natural raro no Brasil. A produção dos efeitos – visuais e especiais – do furacão, que marca o começo da trama e ajuda a provocar uma reviravolta na trajetória das protagonistas em Salve-se Quem Puder’, começou há quase um ano incluindo o período de pré-produção e a dedicação de cerca de 60 profissionais de ambas as áreas.

Com a utilização da fotogrametria aérea, a equipe de efeitos visuais escaneou uma área de 154 hectares em Cancún e registrou 10 mil imagens durante quatro dias para a reprodução da cidade em 3D nos estúdios da Globo. A gravação de parte da passagem do furacão foi realizada durante cinco dias, em uma área de 450m², na Zona Oeste do Rio de Janeiro, incluindo uma piscina de ondas artificiais e outros sets com restaurante, posto de gasolina e ruas, que foram construídos e modificados pós furacão.

A execução das cenas contou também com efeitos especiais conhecidos como ‘efeitos físicos’, para a realização de ventania, chuva, explosão e inundação das ruas da cidade. Além de Cancún, a cidade de Campinas, no interior de São Paulo, também serviu de locação para importantes sequências da trama. Nesta terça (03), as gravações começam no estúdio e na cidade cenográfica, nos estúdios da Globo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais