Mais do que você gosta.
Assine o Star+
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Streaming

Conflito familiar de Evandro e câncer de Carolina marcam temporada final de Sob Pressão

Lázaro Ramos e Fábio Assunção fazem participação especial nos novos episódios

Publicado em 30/05/2022
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Escrita por Lucas Paraizo e com direção artística de Andrucha Waddington, a quinta temporada da série Sob Pressão, que estreia nesta quinta-feira (2) no Globoplay, vai mostrar que a equipe do Hospital Edith de Magalhães passa a manifestar as sequelas de uma rotina de trabalho exaustiva e as marcas do seu sofrimento, tantas vezes velado. A cada semana, serão liberados dois capítulos.

O autor Lucas Paraizo explica que a nova leva de episódios aborda a saúde mental da equipe médica, que se vê, em diferentes momentos, no lugar de paciente.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A quinta temporada abre espaço para falarmos que os médicos estão doentes, diante do cenário da saúde pública do Brasil. A gente optou por mostrar esses sintomas de maneiras diferentes em cada personagem, cada um deles enfrentando suas próprias questões”, adianta.

Além de abordar a saúde física e mental dos médicos, a quinta temporada traz à tona temas como Alzheimer, câncer de mama, vacinação, racismo, doenças degenerativas, alcoolismo, entre outros. Os novos episódios serão carregados de simbolismo para Evandro (Julio Andrade) e Carolina (Marjorie Estiano).

A harmonia do casal sofre um primeiro abalo quando o médico descobre que seu pai, Heleno (Marco Nanini), que não vê há cerca de 20 anos, está à sua procura. Evandro fica atordoado com a notícia e não gosta de falar sobre o assunto.

Mesmo assim, Carolina o incentiva a aceitar o encontro com Heleno, que está em um abrigo de idosos, com Alzheimer. No entanto, durante uma cirurgia, a médica se sente mal e inicia uma investigação para saber a causa do mal-estar. Após exames, ela é diagnosticada com um nódulo na mama.

Sabendo que Evandro está cheio de problemas, Carolina tenta não levar mais uma preocupação ao marido. E decide procurar Daniel (Emilio Dantas), um antigo colega de faculdade, para ajudá-la no tratamento. Os dois tiveram uma relação no passado e a aproximação entre eles pode impactar ainda mais em seu casamento.

No Hospital Edith de Magalhães, o ritmo está cada vez mais intenso e Décio (Bruno Garcia) começa a perceber as consequências da rotina pesada na função de diretor da unidade. Quando Kleber (Kelner Macedo) consegue uma bolsa de estudos fora do Brasil, o médico fica orgulhoso de seu companheiro, e se depara com a possibilidade de recomeçar a vida em outro país.

Para ocupar seu lugar à frente do hospital, Décio nomeia a infectologista Vera (Drica Moraes), quefica receosa com a proposta, mas aceita o desafio. O começo da gestão é difícil e Vera vai precisar se habituar às questões burocráticas e financeiras com as quais não estava acostumada.

E na vida pessoal, ainda sofre com a partida do filho Leonardo (João Vitor Silva), que decide morar com o pai. Diante da pressão do momento, ela vê o álcool como uma válvula de escape e passa a exagerar na bebida. Quem ajuda a médica a diminuir o ritmo antes que a situação piore é Mauro (David Junior).

Assim, os dramas pessoais da equipe do Edith de Magalhães se misturam aos dos pacientes que chegam em busca de ajuda. Para dar vida a esses personagens, a série conta com um grande número de participações especiais, característica que é marca registrada de Sob Pressão.

Marco Nanini, Lázaro Ramos, Emilio Dantas, Fabio Assunção, Tony Ramos, Irene Ravache, Chandelly Bráz, Thaissa Carvalho e Juan Paiva são alguns dos nomes que ajudam a contar essas histórias.

Selo de qualidade

Ao longo das cinco temporadas, ‘Sob Pressão’ se tornou uma série reconhecida em diversos lugares do mundo. Elogiada pelo público e pela crítica, a narrativa da obra ganhou notoriedade internacional logo na primeira temporada, sendo exibida em festivais como Berlinale (Berlim) e TIFF (Toronto).

Desde então, Sob Pressão vem conquistando reconhecimento: ganhou quatro prêmios no 31st Festival International de Programmes Audivisuels (2018), em Biarritz, na França: melhor série; melhor interpretação feminina e masculina (para Marjorie Estiano e Julio Andrade, respectivamente); e melhor roteiro.

Em 2019, Marjorie Estiano foi indicada ao Emmy Internacional de Melhor Atriz por seu trabalho na segunda temporada. Na Argentina, a série estreou na Telefe em janeiro de 2019 e consagrou-se entre os programas mais assistidos da TV aberta.

Sob Pressão foi exibida também em Portugal, no canal Globo, e, além da Argentina, já foi licenciada para mais de 70 países como Itália, Emirados Árabes, Catar, Egito, Equador, entre outros, e é hoje uma das séries mais vendidas da Globo.

Uma coprodução da Globo e Conspiração, Sob Pressão é escrita por Lucas Paraizo com Márcio Alemão, André Sirangelo, Flavio Araujo e Pedro Riguetti, com direção artística de Andrucha Waddington e direção Mini Kerti, Rebeca Diniz, Julio Andrade e Pedro Waddington. A produção é de Isabela Bellenzani (TV Globo) e Mariana Vianna (Conspiração), e a direção de gênero de José Luiz Villamarim. 

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....