Confira 10 novelas que foram baseadas em livros

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muitas minisséries produzidas na televisão brasileira são frutos de adaptações literárias. Muitos foram os livros que tiveram suas vendas alavancadas pela influência das atrações da TV. Você sabia que algumas novelas também foram baseadas em livros? Veja algumas delas:

Leia também: Aguinaldo Silva fala sobre escolha de atores para novelas: “Negociação longa e difícil”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Adriana Esteves e Eduardo Moscovis em O Cravo e a Rosa (divulgação)

O Cravo e a Rosa

Novela exibida em 2000 no horário das 18h, mostrava o embate entre Catarina (Adriana Esteves) e Petrúquio (Du Moscóvis), um casal muito diferente. A trama foi baseada na peça A Megera Domada, escrita por William Shakespeare. Assim como na novela, na obra original, um rico mercador dizia que sua filha mais nova Bianca, só poderia se casar após ter casado sua filha mais velha, Catarina. A moça tinha um gênio difícil e não deixava que nenhum homem se aproximasse dela, e a missão coube ao estrategista Petrúquio.

Elza de Ciranda de Pedra (Divulgação)

Ciranda de Pedra

A novela produzida em 1981, teve seu remake exibido em 2008. Baseada na obra de Lygia Mendes Telles, a história original girava em torno de Virgínia, filha de Laura e seu médico neurologista Daniel, que cresceu longe das irmãs por parte de mãe, Otávia e Bruna. Ao visitar a mansão onde as duas viviam, ela comparava as meninas e seus amigos Letícia e Afonso a uma ciranda de pedra que existia no jardim do local, onde ninguém mais podia fazer parte do grupo. Na novela Virgínia (Tammy Di Calafiori) embora tenha crescido junto com as irmãs se sentia diferente delas. O foco da trama estava mais voltado para os dramas adultos de Laura (Ana Paula Arósio) e Daniel (Marcelo Anthony).

Protagonizada por Betty Faria, a trama conquistou o Brasil por conta de seus personagens, costumes, bordões, figurinos e trilha sonora. (Divulgação)

Tieta

A novela Tieta foi originalmente exibida em 1989, e atualmente é reprisada pelo Canal Viva é uma adaptação do romance Tieta do Agreste, escrito por Jorge Amado. No livro, assim como no folhetim, Tieta ainda adolescente é escorraçada de casa e da cidade, após descobertas suas aventuras sexuais por sua irmã Perpétua e seu pai Zé Esteves. 25 anos depois, ela volta rica, trazendo sinais de progresso para Santana do Agreste, mexendo com a vaidade e com os preconceitos dos moradores do interior baiano.

Dorotéia em Gabriela (Divulgação/ TV Globo)

Gabriela

Considerado um dos maiores romances de Jorge Amado, o livro foi adaptado para a televisão três vezes como novela, em 1960, 1975 e 2012. Publicado em 1958, o livro conta a história do romance entre o árabe Nacib e a sertaneja Gabriela, em meio às transformações econômicas, e culturais e políticas sofridas em Ilhéus nos anos 20, assim como a queda dos grandes coronéis que dominavam o interior baiano.

Cecília (Deborah Secco) e Valentim (Luigi Baricelli) em A Padroeira (Divulgação/ TV Globo)

A Padroeira

Exibida em 2001, a novela A Padroeira, escrita foi Walcyr Carrasco, foi baseada no livro As Minas de Prata, de José de Alencar. No original, as faladas minas de prata, guardavam tamanha riqueza que poderiam decidir o futuro da colônia. Para provar seu amor por Inês, Estácio decide procurar o mapa do tesouro deixado por seu avô antes de morrer.

Essas Mulheres (Divulgação)

Essas Mulheres

Mais uma novela que reuniu obras de José de Alencar. Essas Mulheres exibida pela Rede Record em 2005, era uma costura das tramas principais dos livros Senhora, Lucíola e Diva.

Marcos Palmeira e Camila Pitanga em Porto dos Milagres (Divulgação/ TV Globo)

Porto dos Milagres

Novela escrita por Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares em 2001, Porto dos Milagres juntou em sua trama duas obras de Jorge Amado: Mar Morto e A Descoberta da América pelos turcos. Na trama, o pescador Guma (Marcos Palmeira) era herdeiro de uma grande fortuna sem ter conhecimento da mesma, e lutava pelos direitos dos pescadores contra os desmandos do prefeito da cidade, Félix Guerreiro (Antonio Fagundes), seu verdadeiro tio.

Éramos Seis (Divulgação/ SBT)

Éramos Seis

Novela exibida pelo SBT em 1994, Éramos Seis foi escrita por Silvio de Abreu e Rubens Ewald Filho, baseada no romance de Maria José Dupré que narra a história de Lola, uma mulher que cuida do marido e dos 4 filhos, e passa a ver a transformação da sociedade e da vida deles, até que lhe sejam tirados um por um, e ela termina numa confortável casa de repouso.

Isis Valverde em Sinhá Moça (2006) (Divulgação/TV Globo)

Sinhá Moça

Escrita por Benedito Ruy Barbosa, em duas versões, 1986 e 2006, Sinhá Moça foi baseada no romance de mesmo nome escrito por Maria Dezonne Pacheco Fernandes, e se passa em 1886, dois anos antes da promulgação da lei áurea. A história de amor entre Sinhá-Moça, filha de um coronel escravocrata pelo advogado Rodolfo, militante abolicionista fez muito sucesso, inclusive ganhando uma adaptação para o cinema.

Escrava Isaura (Divulgação)

A Escrava Isaura

Considerada a telenovela mais comercializada internacionalmente, A Escrava Isaura, escrita por Gilberto Braga em 1976 foi baseada no romance de Bernardo Guimarães, que narra as desventuras de uma escrava branca sujeita aos maus tratos de seu senhor, Lêoncio. A novela teve uma nova versão em 2004, escrita por Tiago Santiago na Record.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais