Conexão Repórter: Roberto Cabrini acompanha mães que criam seus filhos nas ruas de SP

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No Conexão Repórter da próxima segunda-feira, 30, Roberto Cabrini convive com mães que criam seus filhos nas ruas frias de São Paulo. O programa mostra como elas sobrevivem com tão pouco e conseguem cria-los sem nenhuma estrutura. Panos e mantas surradas, alimentos doados, tendas rústicas expostas ao relento e uma série de sonhos desfeitos.

Leia também: Leonardo Bittencourt surge sem camisa: “Viva os solteiros”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante semanas Cabrini acompanhou algumas destas mulheres nas ruas da metrópole para registrar como a necessidade produz seres resistentes, calejados. E ainda quase imunes ao ambiente hostil quando se trata da tarefa de cuidar de seus meninos e meninas.

Longe das habitações estruturadas, dos brinquedos luxuosos e alimentos de primeira que a maternidade bem nascida costuma reservar a seus herdeiros, as “mães do asfalto” contrariam a lógica. Vencem o frio e a fome. Sobrevivem e fazem sobreviver.

Equipe do Conexão Repórter é assaltada em frente a sede do SBT no Rio de Janeiro

A equipe do programa jornalístico Conexão Repórter, apresentado por Roberto Cabrini nas noites de segunda do SBT, foi assaltada em frente a sede do SBT no Rio de Janeiro na madrugada desta última sexta-feira (13).

Conforme apurou a reportagem do Observatório da Televisão, uma equipe da atração foi até a emissora descarregar material para uma reportagem que realizam naquela região. Não conseguimos a informação sobre o tema dela.

Todavia, tal equipe chegou na sede da emissora no Rio, localizada no bairro de São Cristóvão, por volta de 1h30. Meliantes armados abordaram a equipe e levaram absolutamente todos os seus pertences. Roberto Cabrini não está entre os assaltados.

Entretanto, a exceção do roubo foram as câmeras e os cartões que ficam dentro delas e registram o material feito. Elas foram poupadas pelos ladrões, que ainda não foram encontrados.

Por fim, os assaltados estão bem e nada sofreram fisicamente, apenas a perda material, que foi bastante grande. Ainda não se sabe se a emissora vai ressarcir seus colaboradores pelo roubo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio