Completando 15 anos no ar, Profissão Repórter estreia nova temporada

Programa comandado por Caco Barcellos começou no Fantástico

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nesta terça-feira (23), depois do BBB 21, estreia a nova temporada do Profissão Repórter. O programa volta ao ar celebrando 15 anos de existência. A atração estreou como quadro do Fantástico e também foi exibido em formato de especial, até ganhar um espaço próprio semanal em 2008. No ano passado, foi exibido em reportagens especiais nos jornais da Globo.

Em todo este tempo, o programa comandado por Caco Barcellos e sua jovem equipe de repórteres revela os bastidores da notícia e o processo de produção das reportagens. O time incansável volta à cena com responsabilidade redobrada em tempos ainda tão difíceis.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“A reportagem nunca foi tão necessária e adquire um valor ainda maior. É um programa que mostra às pessoas como é árduo o trabalho da imprensa em busca de uma captação precisa e correta dos acontecimentos”, diz Caco Barcellos.

Em uma década e meia, o Profissão Repórter já visitou todos os estados do Brasil, além de 43 outros países. No último ano, a equipe participou ativamente da cobertura da pandemia com matérias especiais para telejornais e programas da TV Globo e presença no documentário Cercados, original Globoplay.

Para a nova temporada, o time ganha o reforço de três repórteres: Augusta Lunardi, Clara Velasco e Pedro Borges. Por causa das medidas de segurança, Caco Barcellos continua trabalhando de casa, mas não perdeu a proximidade com a equipe e participa do programa de um estúdio montado em sua casa.

O primeiro Profissão Repórter da temporada mostra o início da vacinação e o atual momento da pandemia no Brasil. Em Manaus, a repórter Nathalia Tavolieri acompanhou de perto a crise da falta de oxigênio nos hospitais durante duas semanas.

Histórias como a da cozinheira Elke Dutra, que passou um dia inteiro em busca de oxigênio para a mãe, em um cenário onde cada minuto faz diferença. Já Clara Velasco acompanha o início da vacinação em São Paulo, mostrando a realidade de agentes de saúde que trabalham na linha de frente contra a covid-19 e denúncias sobre pessoas que teriam furado a fila da vacinação.

As mudanças na vida da enfermeira Mônica Calazans, primeira pessoa vacinada no Brasil, foram acompanhadas por Danielle Zampollo. A felicidade pela imunização e a festa feita por parentes e amigos não impediu a tristeza da enfermeira por ataques racistas sofridos nas redes sociais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio