Como Será? mostra idosos vivendo recolocação profissional e empreendedorismo

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Empreender, se reinventar ou se recolocar profissionalmente são termos que remetem a um jovem no auge da carreira, certo? Não necessariamente. A série ‘60+’, do Como Será? mostra este sábado, dia 24, que muitos idosos estão vivendo esta realidade. No estúdio, Sandra Annenberg recebe convidados de diferentes faixas etárias – dos 20 aos 70 anos – para conversar sobre o universo do trabalho com o coach Edgar Pitta de Almeida. Eles falam sobre o início da vida profissional, diferentes níveis de carreira, empreendedorismo e escolhas dentro da profissão. A inspiração para seguir na rotina profissional fica por conta de Abelardo Lima da Silva, o “Chiquinho”, que segue na função de barman aos 74 anos.

A repórter Helena Lara Resende explica o que são as plantas alimentícias não convencionais, as PANCS. Encontradas facilmente na natureza, elas nascem espontaneamente variando conforme o meio. A reportagem mostra diferentes tipos de PANCs, como a taioba, hibisco, azedinha e peixinho, e como elas vêm ganhando destaque na alta gastronomia por valorizarem a agricultura familiar e a produção local. Helena também entrevista a pesquisadora Mariella Uzêda, sobre o trabalho da Embrapa acerca destas plantas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Deus Salve o Rei, a novela-série (ou a série-novela)?

No ‘Hoje é dia de…’, Alexandre Henderson conta histórias e curiosidades de trabalhadores que ganham a vida vendendo produtos nas ruas. Ele esclarece como legalizar a função e mostra ambulantes que conseguiram superar dificuldades financeiras e sustentam suas famílias com o comércio. O repórter também acompanha a trajetória de artesãos que fabricam e expõem suas criações em uma feira de artesanato no Rio de Janeiro e conta a história de Ademar de Barros, que abriu uma barraca de venda de batata frita, um sucesso em Marechal Hermes, na zona norte da cidade.

No estúdio, Sandra Annenberg recebe o especialista em Inovação e Criatividade, Denilson Shikako, para falar sobre a importância de exercer a criatividade no dia a dia. Ser criativo é importante para resolver problemas, inovar e sair de situações inesperadas, por exemplo. Uma pessoa já nasce criativa? Como desenvolver essa habilidade ao longo da vida? O entrevistado responde essa e outras dúvidas enviadas pelo público.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio