Comediantes de diversas versões da Escolinha do Professor Raimundo participam do Altas Horas

Publicado há 6 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As comemorações dos 20 anos do Altas Horas continuam a todo vapor. No próximo sábado (14), Serginho Groisman conversa com os humoristas Eliezer Motta, Fafy Siqueira, Fernanda de Freitas, Lúcio Mauro Filho, Marco Luque, Pedro Bismarck e Tom Cavalcante.

O grupo de comediantes garante boas risadas ao relembrar um dos
programas que mais marcaram o entretenimento da televisão brasileira, a
Escolinha do Professor Raimundo. Já a parte musical desta edição conta com o
trio formado por Padre Alessandro, Renato Teixeira e Sérgio Reis, e a banda
Funk Como Le Gusta.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Homenagem à Escolinha do Professor Raimundo

No ar pela primeira vez em 1957, o humorístico Escolinha do
Professor Raimundo marcou uma geração inteira e ainda se faz presente na
memória de grande parte do público brasileiro.

No palco do semanal, os convidados assistem a trechos das primeiras
versões da Escolinha, e relembram ícones que fizeram a história da atração e
que deixam saudade, como o criador, Chico Anysio, além de Zilda Cardoso e Zezé
Macedo.

Visivelmente comovida, Fafy Siqueira, que viveu a personagem Gardênia Alves, não contém as lágrimas ao rever as imagens dos colegas: “Tenho muita admiração por todos eles. Esse programa marcou gerações. É muito gratificante fazer parte disso”.

O momento foi também de grande emoção para o ator Lúcio Mauro Filho, que já interpretou o aluno Aldemar Vigário, o mesmo personagem vivido por seu pai, Lúcio Mauro, na versão original do programa. “É uma sorte um filho que segue a carreira do pai ter um momento como esse. Quando surgiu a ideia do remake eu defendi até o fim e tive a chance de interpretar o mesmo personagem que meu pai fazia. É muito importante que a geração atual entenda que os comediantes atuais jamais seriam o que eles são sem esses grandes mestres”, afirma.

Humoristas fazem o público gargalhar

Os atores Fernanda de Freitas e Pedro Bismarck fazem interpretações de seus personagens da Escolinha e divertem a plateia. Pedro recorda os momentos e a dinâmica por trás das câmeras: “A maioria das cenas era um improviso. Cada ator recebia um roteiro que continha as falas individuais e, assim, a magia acontecia”.

O convidado Eliezer Motta também entra na onda e imita alguns personagens do passado. O ator ainda recorda a época em que trabalhou com o apresentador Jô Soares. Sobre a parceria, Eliezer garante: “Assim como o ‘Altas Horas’, eu fiquei 20 anos trabalhando ao lado do Jô. Fiz vários personagens com ele, como o Capitão Gay”. O ator também comenta sobre a sua relação com os fãs: “Sempre recebi um intenso carinho e reconhecimento do público”.

Outro grande convidado da atração é Tom Cavalcante. Em clima de admiração, Serginho Groisman não poupa elogios ao humorista, que retribui o carinho do apresentador: “É uma honra participar desse programa. Todas as vezes que vim aqui eu me diverti demais”. Na edição original da Escolinha do Professor Raimundo, Tom Cavalcante foi responsável por dar vida ao personagem João Canabrava.

Os clássicos sertanejos colocam todos para cantar

O Altas Horas também reúne os músicos Padre Alessandro, Renato
Teixeira e Sérgio Reis, que cantam alguns clássicos da música sertaneja, como Beijinho
Doce e Tocando em Frente

A banda Funk Como Le Gusta ainda marca presença no programa e
comemora 20 anos de carreira. O Altas Horas vai ao ar aos sábados, após o Big
Brother Brasil 20.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais