Comandante Hamilton faz merchan e rende R$230 mil para a Record TV

Publicado há 2 anos
Por Clara Ribeiro
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O famoso comandante Hamilton é o novo profissional do merchandising da Record TV.

Sobrevoando a cidade de São Paulo, noticiando adversidades no trânsito e ocorrências policiais para o Cidade Alerta desde 2011, o piloto de helicóptero viveu um momento inusitado em sua profissão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia mais: Ana Hickmann renova contrato com a Record TV até 2021

Na última sexta-feira (2), ele estreou no universo da propaganda. Quando foi chamado por Luiz Bacci, apresentador da atração, todos imaginavam que ele passaria informações sobre a metrópole.

Bacci anunciou o piloto, afirmando que ele traria “imagens exclusivas de uma novidade de última hora”.

Leia mais: Record: Funcionários se desesperam com o fim dos programas de Porchat e Sabrina

Em vez disso, comandante Hamilton mostrou que sobrevoava uma loja.

“Estou sobrevoando a marginal Tietê, entre a ponte dos Remédios e a ponte Anhanguera, e sabe o que eu achei? Uma mega Vestcasa, que está ficando prontinha para receber todo mundo logo mais à noite. Pela movimentação, essa loja vai ser um sucesso”, disse.

A chamada em questão fazia parte de uma ação publicitária da Vestcasa, empresa especializada em cama, mesa e banho.

Leia mais: Bela, a Feia é confirmada como substituta de Luz do Sol na Record TV

Ação “área” encheu o cofre da emissora

A saber, a Vestcasa é anunciante do Cidade Alerta já faz anos. Desta vez, os anunciantes preferiram inovar no tipo de merchan para atrair mais consumidores.

Um dos motivos para isso seria o intuito de promover a primeira loja 24 horas da marca.

Para a propaganda aérea, a empresa desembolsou nada menos que 230 mil reais. Hamilton, por sua vez, faturou cerca de R$ 15 mil de cachê pelos 50 segundos em sua primeira aparição como garoto propaganda.

De acordo com o Notícias da TV, a Vestcasa arcou com todos os custos das horas de voo do helicóptero da Record TV. Afinal, o transporte deixou de ser utilizado enquanto sobrevoava a unidade.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio