Com voz embargada, Galvão Bueno narra chegada de corpos do time da Chape

Publicado há 4 anos
Por Philippe Azevedo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Galvão Bueno ficou extremamente emocionado ao narrar a chegada dos aviões que traziam os corpos dos 19 jogadores além da equipe técnica, da Chapecoense, neste sábado (03).

Com a voz embargada, Bueno não segurou as lágrimas. “Aí vem o primeiro Hércules trazendo os primeiros 25 corpos resgatados das vítimas fatais”, iniciou o jornalista. “Sejam bem-vindos de volta à casa. Que Deus abençoe a todos e sejam bem-vindo de volta à casa”, completou chorando.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Outros jornalistas se emocionaram durante a transmissão da Globo neste sábado. “Eu vou sair daqui diferente, Galvão”, relatou um dos repórteres da emissora ao ver o carinho dos torcedores e a compaixão da mãe do goleiro Danilo, uma das vítimas fatais, pela imprensa.

Nas redes sociais, internautas elogiaram a narração de Galvão Bueno. “Muito emocionante essa narração”; “Galvão está visivelmente abatido”, comentaram.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio