Com sinopse coletiva e cenas censuradas, Roda de Fogo está de volta ao Globoplay

Folhetim tem autoria de Lauro César Muniz, com colaboração de Marcílio Moraes

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A partir de segunda-feira (23), o público tem a oportunidade de acompanhar a novela Roda de Fogo, que estreia no catálogo do Globoplay. A exibição original ocorreu de agosto de 1986 a março de 1987, em 179 capítulos. Tarcísio Meira, Bruna Lombardi, Renata Sorrah, Cecil Thiré, Eva Wilma, Osmar Prado e Felipe Camargo integram o elenco principal. 

A autoria é de Lauro César Muniz, com colaboração de Marcílio Moraes. A direção é de Paulo Ubiratan, Dennis Carvalho e Ricardo Waddington. A direção geral e de núcleo é de Dennis Carvalho. Inicialmente, o folhetim se chamaria Prova de Fogo. Porém, o título foi alterado antes da estreia. 

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A sinopse inicial do folhetim foi criada na Casa de Criação Janete Clair, composta por Dias Gomes, Ferreira Gullar, Euclydes Marinho, Luiz Gleiser, Joaquim Assis, Marília Garcia e Antônio Mercado. As primeiras cenas de Roda de Fogo foram gravadas em Brasília. 

A novela marcou uma mudança de visual radical de Renata Sorrah, que escureceu os cabelos e, pela primeira vez, utilizou megahair. Inicialmente, Juca de Oliveira interpretaria Celso Rezende, porém o personagem assassinado nos primeiros capítulos ficou com Paulo José.

Algumas passagens e diálogos da história foram cortados pela Censura Federal. A novela foi vendida para cerca de 40 países, entre eles Alemanha, Canadá, França, Itália, Marrocos, Romênia, Rússia, Singapura e Suíça.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio