Compre iPhone SE na Apple a partir de R$ 3.779,10 à vista ou em até 12 vezes. Frete grátis para todo o Brasil
Saiba mais
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
esporte

Com Marcelo Barreto, Ça Va Paris estreia no SporTV

Programa dá início à contagem regressiva do canal para os Jogos Olímpicos de 2024

Publicado em 10/11/2021
Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

A contagem regressiva para os Jogos Olímpicos de Paris 2024 será aberta pelo SporTV a partir das 23h desta sexta-feira (12). Logo depois da partida entre Flamengo e Minas, pela Superliga de Vôlei Feminino, estreia no SporTV 2 o Ça Va Paris, um programa semanal apresentado por Marcelo Barreto, que vai acompanhar de perto as preparações para as próximas Olimpíadas.

A cada edição, um comentarista da Globo estará ao lado do apresentador. Na estreia será Fabi Alvim, bicampeã olímpica de vôlei. A ginasta Rebeca Andrade, campeã olímpica e mundial no salto este ano, é a convidada especial da dupla nesta primeira edição. O novo programa faz parte das comemorações de 30 anos desta marca pioneira e referência no mercado de consumo de conteúdo esportivo no país.

Continua depois da publicidade
Não foi possível carregar anúncio

O Ça Va Paris contará também com a participação semanal do repórter Guilherme Costa, que dará prosseguimento ao “Termômetro”, quadro de sucesso do Ohayo Tóquio, programa exibido este ano durante os Jogos Olímpicos de Tóquio, mostrando o desempenho dos atletas brasileiros em modalidades olímpicas.

O programa também terá quadros sobre os Jogos Paralímpicos e os Jogos Olímpicos de Inverno, que acontecerão em fevereiro de 2022, em Pequim, na China, com transmissão do SporTV. Na estreia, o correspondente Marcelo Courrege visita os locais onde serão realizadas as competições dos Jogos de Paris. Outra reportagem mostra o que aconteceu no Mundial de Breaking, na Polônia. A modalidade é uma das novidades dos Jogos de Paris 2024.

A relação de Marcelo Barreto com o SporTV é uma das mais longevas da história da marca. Na empresa desde o fim de 2001 e apresentador desde 2003, o jornalista esteve presente em quase dois terços dos 30 anos do SporTV. E, para completar, seu filho, Pedro, completa 14 anos nesta quarta-feira (10), mesmo dia do aniversário do canal.

O SporTV já é o lugar onde eu trabalhei mais tempo. É o lugar onde fiz as coisas mais relevantes e onde ganhei mais projeção na minha carreira. Sou reconhecido como ‘Barreto do SporTV’. Virou quase um sobrenome profissional para mim”, explica o apresentador do Ça Va Paris, que também já foi correspondente em Londres por dois anos, entre 2011 e 2013.

Abaixo, Marcelo Barreto fala sobre Ça Va Paris.

Este novo programa irá servir como o início da cobertura do SporTV rumo aos Jogos Olímpicos de 2024. Como surgiu a ideia de fazê-lo e o que pretendem mostrar ao longo destas semanas para acompanhar a evolução dos preparativos para este grande evento?

A ideia de criar o Ça Va Paris surgiu da boa repercussão do Ohayo Toquio. Durante o evento, trouxemos os nossos comentaristas para o estúdio para compartilharem conosco as experiências e visões deles sobre o vinha acontecendo nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A resposta do público foi muito boa. Daí surgiu a ideia de um novo programa em que pudéssemos, a cada semana, acompanhar a preparação, mais curta desta vez, até Paris 2024.

Cada edição dos Jogos Olímpicos tem sua particularidade. Qual você acredita que será a característica mais marcante dos Jogos Olímpicos de Paris?

Se tudo acontecer como esperamos, acho que será marcado pela retomada, pelo reencontro. O público será o protagonista dos Jogos de Paris. Já existe a preocupação de integrar o evento com a cidade, fazer com que ela não tenha um papel apenas de sede, mas de participante. Talvez seja a cidade mais bonita que o homem já construiu e as pessoas estarão nas ruas de Paris. A prova da maratona pela primeira vez será aberta ao público em geral. Então terá esta sensação de o público compartilhar o espaço com os atletas.

O lançamento do Ça Va Paris faz parte das comemorações de 30 anos do SporTV. O que representa para você saber que fez parte de mais da metade desta caminhada e o que representa o SporTV na sua vida?

Essa marca dos 30 anos é interessante porque me faz pensar que eu estive presente em quase dois terços deste tempo, ajudei a construir essa história. Não apenas pelo papel diante das câmeras, mas também como gestor de estagiários, papel que desempenhei durante um tempo. Estive presente na seleção e nas primeiras orientações a muita gente que hoje faz parte da equipe do SporTV. Dá um orgulho muito grande neste sentido também.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio

Deixe o seu comentário

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Publicidade
Não foi possível carregar anúncio
Publicidade
Posting....