Com futuro incerto, Fred Linhares pode ser demitido da Record

Publicado há 3 anos
Por Rick Souza
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

com Gabriel Vaquer

A vida não está fácil para Fred Linhares: contratado a peso de ouro em 2017 para substituir Marcão do Povo (demitido após o escândalo racista envolvendo a cantora Ludmilla) no comando do Balanço Geral DF, o jornalista se vê em vias de ter seu contrato rescindido pela Record. Baixa audiência, faturamento inconstante e problemas de relacionamento com a equipe estão entre os principais fatores para a decisão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Fred Linhares, 38 anos, tornou-se notório no Distrito Federal por ser filho de Silvio Linhares (1950-2011), conhecido jornalista policial da capital, proprietário do jornal Na Polícia e Nas Ruas, oriundo do programa de rádio de mesmo nome. O jornal impresso acabou, mas o programa de rádio continuou e passou para o comando de Fred e está em sua terceira emissora (passou pela Atividade FM, foi para a Clube FM – onde passou a ter o mesmo nome de sua versão televisiva e atualmente está na JK, tendo retomado ao título original).

Além de ter herdado parte da fama e do sucesso do pai, Fred foi alçado ao estrelato graças ao policialesco DF Alerta, da TV Brasília, afiliada da RedeTV!. Ele esteve a frente do telejornal entre 2011, quando estreou, até janeiro de 2017, e foi responsável direto pelo declínio do Balanço Geral, conduzido até então por Henrique Chaves. Linhares tornou-se um fenômeno praticamente instantâneo: chegou a alcançar picos de 23 pontos na hora do almoço, algo inimaginável para uma afiliada da RedeTV!.

Veja também: Record oficializa renovação de contrato com Rodrigo Faro até 2023

Mesmo com a chegada de Marcão do Povo ao Balanço Geral DF, em setembro de 2016, Fred conseguiu se manter em patamares confortáveis: bem longe dos 23 de outrora, o DF Alerta ainda tinha média de 7 pontos – contra 9 do Balanço Geral. Com estes resultados, não houve duvida: o melhor nome para reconstruir o noticiário após o escândalo da cantora Ludmilla era o de Fred.

Fred Linhares estreou na Record Brasília em 13 de fevereiro, com média de 12 pontos e 49 minutos na liderança isolada. A emissora esperava que ele se tornasse uma nova versão de Zé Eduardo, o Bocão, que apresenta a franquia baiana do Balanço Geral: afinal, se Fred alcançava 23 pontos na RedeTV!, uma emissora muito menor, não teria dificuldade em reproduzir o feito na Record.

A realidade, porém, foi bastante amarga com Fred e com a Record: o programa se desinflou rapidamente, estabilizando em médias entre 7 e 8 pontos – raramente 9, atrás do SBT, que exibe Chaves e outros seriados enlatados na faixa horária. Em paralelo a isso, a emissora viu o DF Alerta, agora apresentado por Nikole Lima, voltar a crescer e a incomodar na faixa do meio-dia.

Além da audiência decrescente, somam-se ao declínio de Fred Linhares na emissora de Edir Macedo fatores importantes, como o faturamento inconstante da atração (na mesma facilidade que há muitos testemunhais em alguns dias, em outros não há nenhum) e problemas de relacionamento com a sua equipe e também com os âncoras de outros noticiários – Henrique Chaves, ex-Balanço e atualmente a frente do Cidade Alerta DF, foi barrado no casamento do apresentador no ano passado, por Fred não querer ninguém mais famoso do que ele no evento.

A crise foi deflagrada definitivamente nas últimas duas semanas: Linhares ganhou férias forçadas na emissora e foi afastado de seu programa por 9 dias. O motivo? Luciano Ribeiro Neto, que assumiu a direção geral do canal recentemente, encomendou uma pesquisa para saber a aceitação dos apresentadores dos produtos locais, e o resultado acusava que Henrique Chaves, que apresentou o Balanço Geral entre 2007 e 2016, ainda tem grande identificação com o público do jornalístico – já Fred é muito ligado a conteúdo policial e não teria conseguido se adaptar com a atração.

Com as férias forçadas de Fred, Henrique Chaves foi deslocado para o Balanço Geral, que não ancorava desde 23 de setembro de 2016, quando deu espaço para a chegada de Marcão do Povo. Seu retorno, impulsionado pela cobertura de um sequestro ao vivo, fez o programa ter sua maior audiência em 6 anos, com média de 13 pontos e pico de 20, ficando mais de uma hora em primeiro lugar. Nos outros dias, Henrique conseguiu se manter em um patamar confortável, sempre acima dos 10 pontos e distante do SBT, algo que Fred não conseguia há alguns meses.

Substituindo Henrique no Cidade Alerta DF, Dionísio Freitas conseguiu manter os índices da atração de fim-de-tarde em seus patamares habituais, com média de 8 pontos.

Dentro da Record, é considerado que é uma questão de dias para que seja anunciado o retorno definitivo de Henrique Chaves para o Balanço Geral DF, posto que ele ocupou por 9 anos consecutivos. O destino de Fred, porém, é bastante incerto. Uma ala do canal defende a rescisão unilateral de seu contrato, com validade até 2019, por quebra de algumas cláusulas contratuais, enquanto outra defende que ele seja testado na edição local do Cidade Alerta, atualmente conduzida por Henrique.

Procurada para se manifestar, a Record Brasília não tem assessoria de imprensa.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio