CNN Brasil segue tendência e prepara expansão com novo canal no streaming

Emissora contratou Márcio Gomes para ser o rosto do novo negócio

Publicado há 3 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Enquanto se consolida na televisão paga, como um concorrente da GloboNews, a CNN Brasil já prepara um passo para se antecipar à nova tendência do mercado de consumo de notícias: o streaming. A emissora brasileira, assim como já ocorre nos Estados Unidos, pretende dar uma opção para o seu telespectador.

Isso significa que a rede de notícias baseada na Avenida Paulista deve colocar no ar, somente para internet e consumo gratuito, um sinal diferente para consumidores de internet. Plataformas on demand poderão assinar contrato com a empresa para ter a CNN Brasil + em seu catálogo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O modelo de negócio inclui publicidades obrigatórias, sem possibilidade do telespectador pulá-las. Se implantar esse novo braço no digital, será a primeira vez que um canal de tamanho considerável no Brasil investe no setor. Nem mesmo a GloboNews, do poderoso e rico Grupo Globo, tem algo parecido.

Márcio Gomes, que apresentou o Combate ao Coronavírus, se despede da Globo (Reprodução/Globo)

De acordo com a coluna de Maurício Stycer, no UOL, o âncora mais importante desse canal da CNN Brasil é mesmo Márcio Gomes, que foi contratado na segunda-feira (19). Ele terá um programa na faixa nobre, que é das 19h à meia-noite. Além disso, ele deve ter outra atração no canal linear.

A CNN Brasil + terá programação em simultâneo com a CNN Brasil tradicional durante o dia. No prime-time é que a rede se divide para cada uma abocanhar o seu público. A estreia está prevista para o primeiro trimestre de 2021. Vale lembrar que nos EUA, há anos CBS News, ABC News e NBC News têm seus canais de streaming.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio