CNN Brasil explica por que cortou entrevista com médico

Monalisa Perrone interrompeu conversa com toxicologista no Expresso CNN

Publicado há 10 meses
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A CNN Brasil usou o espaço ao vivo do seu megaplantão Breaking News Coronavírus para esclarecer uma situação, neste sábado (28). Por volta de 11h, os âncoras Reinaldo Gottino e Taís Lopes resolveram defender o novo canal das acusações de ter cortado uma entrevista com o toxicologista Anthony Wong, um dos mais renomados do país.

A situação aconteceu há alguns dias, no Expresso CNN. O profissional concedia entrevista a Monalisa Perrone e Carol Nogueira via Skype. Perrone iniciou a conversa e tentou algumas vezes interceder para fazer mais perguntas, mas, aparentemente o especialista não a ouvia e seguiu falando por vários minutos sem parar.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em determinado momento, a apresentadora avisou que não iria continuar com a entrevista, porque o médico não a ouvia. O sinal foi simplesmente cortado.

Com isso, seguidores do canal – inclusive o empresário Luciana Hang – começaram a publicar no Twitter o trecho do corte da conversa, dando a entender que as âncoras não estariam gostando do fato dele defender o isolamento vertical, em tempos de covid-19.

Com isso, Gottino chamou novamente a entrevista, que foi exibida na íntegra. Na volta à bancada, o jornalista explicou que houve um problema de comunicação e que a entrevista não foi cortada por uma questão editorial.

Ele ainda ressaltou que a CNN Brasil ouve todos os lados que Anthony Wong deve aparecer em outros momentos na programação. O jornalista, que apresenta o CNN Novo Dia e o CNN 360, concluiu explicando que a CNN é o canal do debate e pluralidade de opiniões.

Veja o que as pessoas falaram no Twitter

Veja o vídeo completo

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio