CNN Brasil desfalca SBT mais uma vez e tira “Maju de Brasília” da emissora

Publicado há 9 meses
Por Gabriel Vaquer
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A CNN Brasil segue contratando nomes do mercado para a estreia de seu canal, após o Carnaval deste ano. Novamente, o alvo foi o SBT. Desta vez, o canal de notícias contratou a jornalista Juliana Lopes, que fazia a cobertura política em Brasília para o canal de Silvio Santos. Carinhosamente, os seus colegas a comparavam com Maju Coutinho, apresentadora da Globo, que é bem parecida fisicamente com Juliana. Elas também tiveram caminhos parecidos na carreira.

A informação é confirmada pela própria Juliana Lopes, que já atualizou seu perfil nas redes sociais com o novo emprego. Juliana continuará cobrindo os bastidores da política em Brasília para a CNN Brasil. Além de especializada em cobertura política, Juliana também é bastante engajada em pautas sociais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A comparação de Juliana Lopes com Maju Coutinho faz sentido. Ambas começaram na previsão do tempo – no caso, Juliana fez a previsão em jornais locais do SBT em Brasília a partir de 2014. Depois, foram para a cobertura política e factual. Juliana se destacou no SBT fazendo a cobertura da Reforma da Previdência para os telejornais nacional da emissora, como o SBT Brasil.

É o segundo nome forte da cobertura política do SBT que a CNN Brasil contrata. Ainda no fim de 2019, a nova emissora de notícias tirou Daniel Adjuto, principal repórter de política do SBT até então. Outros nomes da emissora de Silvio Santos também foram contratados pela CNN Brasil, como o apresentador Cassius Zeilmann.

CNN Brasil começou operação neste mês de janeiro

A CNN Brasil começará sua operação para valer neste primeiro mês de 2020, quando vários profissionais gravarão pilotos das atrações que comandaram. Já foram contratados nomes como William Waack, Monalisa Perrone, Philipe Siani, Mari Palma, Reinaldo Gottino, Cassius Zeilmann, entre outros nomes. A emissora entra no ar após o Carnaval.

A expectativa é que, até a sua fundação, se feche contratos com todas as operadoras de TV por assinatura no Brasil. Um acordo com a Claro/Net já foi anunciado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais