Claudia Netto fala importância de Flor do Caribe: “um divisor de águas”

A atriz vive Guiomar na trama de Walther Negrão

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Flor do Caribe, Guiomar (Claudia Netto) é mãe de Alberto (Igor Rickli) e nora de Dionísio (Sérgio Mamberti). Uma socialite vaidosa que vive no eixo Paris-Nova York, figurinha fácil do jet-set internacional. Embora não considere o Brasil o seu “ambiente”, costuma passar temporadas no país para estar próxima do filho, de quem viveu um tempo afastada.

Nos próximos capítulos da trama das seis, a perua chega de surpresa à casa dos Albuquerque na companhia da dançarina Nicole (Cinnara Leal), logo após ficar internada devido às cirurgias plásticas realizadas. Alberto e o avô questionam a presença dela, mas não a comovem, pois Guiomar deixa claro que a casa lhe pertence e veio para ficar na companhia do filho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com a chegada da sogra, Ester (Grazi Massafera) percebe a irritação do marido e o questiona. Alberto explica que não perdoa a ausência da mãe em sua vida e insiste que ela não é bem-vinda. No entanto, nas próximas cenas da novela, Guiomar vai fazer de tudo para reconquistar o filho e terá muito embates com Dionísio.

Na entrevista abaixo, a atriz Claudia Netto, que dá vida à personagem, fala sobre a reexibição da trama e a importância deste trabalho em sua trajetória.

O que você achou de Flor do Caribe ter sido escolhida para ser exibida em edição especial neste momento? Como você recebeu a notícia da volta da novela?

Recebi essa notícia com entusiasmo e alegria! Acredito que essa reprise ainda mais no horário das 18h, vai ter ser muito bem-sucedida, pelo fato de muitas pessoas estarem em casa, por conta dessa triste realidade que estamos vivendo.

Qual a importância de Guiomar na sua carreira? Como se preparou para a personagem?

Guiomar até agora foi a personagem mais significativa que fiz na TV. A personagem já era excelente, mas caiu nas graças do público a ponto dos autores fazerem crescer mais e mais sua história e minha participação. Foi minha personagem mais querida, desafiadora e inesquecível. Guiomar cantava na novela, e muitas das músicas os autores e Jayme deixaram eu escolher, já que tenho uma carreira em musicais e conheço muito o universo das músicas que se encaixavam na personagem.

Fale sobre a novela na sua trajetória artística.

Flor do Caribe foi um divisor de águas não só para minha carreira, como uma vitória pessoal como atriz. Tive a oportunidade de ter um papel muito grande numa novela, onde pude exercitar a técnica e o prazer de fazer televisão, já que minha grande experiência vem do teatro. Guiomar foi um prêmio pra mim, onde pude mostrar um trabalho amplo, dramático, engraçado, irônico, romântico e ainda com a oportunidade de uma performance de diva no palco do bar Flor do Caribe.

Que características da personagem levou para a sua vida?

Guiomar cometeu alguns erros no passado em relação ao filho e buscou recuperar essa relação durante toda novela. Ao final, com uma grande oportunidade de realizar tudo que almejava em sua carreira, optou pelo amor e o suporte ao filho. Trouxe pra minha vida sua dignidade e elegância.

Qual cena gostaria de rever?

Adoraria rever o momento que ela e Alberto têm sua primeira aproximação, onde ele toca ao piano e os dois cantam juntos a música For Once In My Life. Lembro que os autores foram ao estúdio ver a gravação dessa cena e choraram de emoção.

Qual a cena mais difícil?

A cena mais difícil foi a da internação do Alberto, em que eu precisava mostrar um misto de sentimentos, entre culpa, amor, tristeza, e aceitação de uma realidade, de uma forma contida para não passar toda a angústia pro filho, terminando a cena num grande desespero, em que a personagem se entrega ao choro mais desesperador de uma mãe. Essa cena do choro compulsivo tive que gravar diversas vezes, por conta de várias tomadas diferentes, e me exigiu muita concentração.

Que momento das gravações você lembra com mais carinho?

Minhas cenas com Sergio Mamberti, onde nos digladiávamos num texto excelente, irônico, cheio de farpas e tínhamos uma química e bate bola inesquecível.

Como está passando os dias de isolamento social?

No início da quarentena não saí de casa por praticamente quatro meses. Agora, estou vivendo um momento histórico, voltando a fazer teatro durante a pandemia, em drive-ins, com a peça DPA (Detetives do Prédio Azul). Usamos face shields em cena, adaptamos a realidade do álcool gel e distanciamento, temos toda a proteção para conseguir voltar a trabalhar, além de testes para Covid a cada 15 dias.

Flor do Caribe é escrita por Walther Negrão e tem a direção artística de Jayme Monjardim, direção geral de Leonardo Nogueira e direção de Teresa Lampreia e Thiago Teitelroit.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais