Clara ganha a guarda de Tomaz, mas o filho a rejeita: “Nunca vou te chamar de mãe”

Publicado há 3 anos
Por Nucia Ferreira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Com Sophia (Marieta Severo) acusada de assassinato, ficará mais fácil para Clara (Bianca Bin) conseguir a guarda de Tomaz (Vitor Figueiredo) na justiça em O Outro Lado do Paraíso. Na audiência, Raquel (Érika Januza) dá o veredito em favor da mocinha e Lívia (Grazi Massafera) perde a cabeça. “É maracutaia. Cê é amiga da Clara. Já tinha decidido o processo antes de entrar nessa sala. Vou recorrer”, afirma.

Johnny salva Leandra de cair em armadilha e perder Miro de vez O Outro Lado do Paraíso

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Raquel compreende o sentimento de Lívia. “Não vou prendê-la por desacato, em respeito a seu momento de desespero. Eu não decido processos movida pela amizade ou razões pessoais. A atual responsável pela guarda, Sophia Montserrat, está em tratamento médico. Não sabemos quando e como vai se recuperar. Ainda tem um processo criminal pela frente. A guarda deve ser dada à pessoa que tem um laço de sangue mais forte com o menor. A própria mãe. Recorra quantas vezes quiser. É seu direito. Nenhum juiz tomará decisão diferente”, sentencia a juíza.

Sophia manda Zé Victor matar Caetana e Xodó: “Os dois já estão mortos”

Quando fica sabendo do resultado, Tomaz não fica nem um pouco animado. “Eu não quero ir”, diz. “Nem eu quero que cê vá. Mas a juíza deu a ordem”, explica Lívia. “Eu nunca queria te deixar, mãe”, chora o menino. “Nem eu queria te deixar partir, meu filho. Mas tem que ir. Só não se esqueça. Eu sou tua mãe”, afirma. “Eu sei. Cê é minha mãe”, concorda. “Eu sou tua mãe de coração. A Clara te deu à luz, mas depois foi embora e deixou cê pequenininho nas minhas mãos. Promete que nunca vai trocar o amor que sente por mim pelo amor da Clara”, pede. “Nunca, mãe, nunca. A Clara tá me tomando de você”, lamenta.

Clara chega para buscar o filho e discute com Lívia. “Eu não quero ir embora”, repete o garoto. “Você vai morar comigo, Tomaz, que sou sua mãe. Mas pode ficar com a Lívia o tempo que quiser”, diz a mocinha. “Tá na hora de ir pra casa da tua mãe, filho. Eu levo a mala”, diz Gael (Sérgio Guizé).

Já em casa, Clara vai demonstrar seu amor pelo menino. “Você nem imagina, Tomaz, o quanto vai se divertir. Vamos estar sempre juntos”, diz. “Eu antes passeava com você e gostava. Não pensava que era uma traição”, reclama o garoto. “Eu não traí você, meu filho. Nunca”, diz a mocinha. “Traiu. Cê me tirou da casa da minha mãe. Agora eu to aqui. Forçado. Longe dela”, acusa. Patrick (Thiago Fragoso) repreende o garoto. “Deixa, Patrick. Tomaz, meu querido. Você nasceu de mim. Eu fui afastada de você muito cedo, não me conheceu quando bebê. Mas já sabe disso. A lei reconheceu o que é mais justo. Eu sou sua mãe”, afirma. “Eu não quero saber de você. Me tirou da minha mãe. Eu já disse antes. Mas agora que to aqui forçado repito. Nunca, ouviu bem, nunca vou te chamar de mãe!”, afirma.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio