Cientista abandona entrevista ao vivo após bate boca com apoiador de Bolsonaro

Publicado há 2 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cientista político e professor Rudá Ricci abandonou uma roda de debate no programa Debate Horizonte, da TV Horizonte no qual era convidado, ao perder a paciência em um bate-boca com o presidente do PSL Jovem (MG), Victor Luchese, durante a atração.

O debate ocorreu na emissora local de Belo Horizonte para discutir os seis meses de gestão do presidente Jair Bolsonaro. A atração exibida em 3 de Julho, viralizou para todo o país na última sexta-feira (12) através das redes sociais.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Os ânimos ficaram exaltados
quando Luchese, apoiador de Bolsonaro defendeu o presidente atacando o
cientista, chamado-o indiretamente de pertencente à extrema esquerda. Rudá,
alegando experiência como cientista político rebateu as falas do jovem dizendo
que aquilo havia sido um jogo discursivo dele.

“Na
teoria quando chamamos ‘extremo’, estamos falando que quem pertence a este
bloco é intolerante como você fez agora comigo, falando agora dos petistas,
você não respeita… Extremo é diferente de conservador […] Os conservadores
não apoiam o bolsonarismo. Ele [Bolsonaro] é intolerante, quer acelerar
mudanças de qualquer maneira, e ele fez isso não campanha, disse ‘não vou
aceitar resultado que não seja eu’. Claro que ele copiou uma frase do
Trump…”

Luchese então manteve seu ponto dizendo que diferente do que era espalhado, o líder de estado não pregava a violência, e não era fascista como a esquerda acusava. “A violência que Bolsonaro prega, não é violência, é defesa. Defesa contra quem é violento de verdade, contra criminosos. Quando foi que Bolsonaro disse que era para matar quem pensa diferente dele?”, perguntou o jovem.

Frase de campanha

“Me
lembro que Bolsonaro falou. Pegou o microfone e, com sinal de fuzil, falou:
‘vamos metralhar esses petistas’”
, disse Pedro Gustavo de Andrade,
que também estava presente, relembrando uma fala que ocorreu em campanha.

Ricci, que possui ligações com o
PT desde sua fundação, questionou: “Então
em campanha pode?”
. E Luchese rebateu: “Em campanha Lula disse muita coisa, Dilma disse muita coisa”.

“Mas
nunca sobre violência. Nunca falaram para matarem bolsonaristas”
, disse o
professor que decidiu sair do palco do programa ao ouvir da outra parte que a
palavra ‘metralhar’ era uma figura de linguagem.

O apresentador Jairo Stacanelli pediu que ele continuasse, mas o cientista político não cedeu ao apelo: “Ah gente, se continuar assim eu vou embora. Não dá! Eu não vim aqui para isso… Eu sou um democrata, eu sou um democrata”, disse abandonando a atração. O apresentador constrangido chamou o intervalo enquanto o presidente do PSL Jovem foi filmado aos risos. Confira o vídeo abaixo:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio