Cidade Alerta acusa vítima de assassinato de agiotagem e revolta família

Programa de Luiz Bacci também informou nome errado da vítima

Publicado há 5 meses
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Luiz Bacci e sua equipe causaram revolta entre os familiares de uma vítima de assassinato durante a edição de hoje (terça-feira, 9) do programa Cidade Alerta. Isso porque, ao invés de se restringir à cobertura do crime, a produção foi um pouco além e afirmou que o homem, Josivaldo, agiota.

A ira dos entes queridos da vítima foi tamanha que um deles tentou agredir a repórter Luiza Zanchetta e o cinegrafista José Filho, responsáveis pela matéria. “Eles estão aqui um tanto revoltados porque nós temos a informação de que ele empresta dinheiro a juros… Desculpa, por favor, não precisa de agressão!“, queixou-se Luiza.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Você está falando merda!“, esbravejou o rapaz. “Nós temos informações de vizinhos que confirmam isso [agiotagem]“, retrucou a repórter. “Todo mundo deu informação para vocês falarem bosta?“, rebateu o mesmo homem, novamente aos gritos.

Eu peço, por favor, ao cinegrafista que está com a Zanchetta, pode mostrar quem está tentando agredir a nossa reportagem. A arma que nós temos é a câmera“, pediu Luiz Bacci, do estúdio na Record TV.

Nome errado

Mais tarde, a filha da vítima, identificada como Natália, falou com a reportagem do programa e, chorando muito, criticou a forma como a morte de seu pai foi abordada.

Eu perdi meu pai hoje e não estou vendo um pingo de respeito aqui! Vocês falando que ele é agiota, gente! Como assim, qual é essa informação? De onde vocês tiraram isso, por favor? Eu acho que vocês têm que ter um pingo de consideração!“, reclamou a jovem.

A polícia não confirma essa informação, Bacci, mas eu conversei com vizinhos que conhecem bem o Josenildo“, tentou se explicar Luiza. Foi somente aí que a equipe se deu conta de que desde o início havia informado, inclusive na legenda exposta na tela, o nome da vítima de forma completamente equivocada.

Nem o nome vocês estão passando direito, gente, como vocês vão passar a profissão do meu pai? Meu pai tinha casa de aluguel. O nome dele é Josivaldo“, esbravejou Amanda, ainda mais indignada. A repórter reconheceu o equívoco. “Josivaldo, perdão, erro meu. Mas vizinhos disseram que ele emprestava dinheiro a juros“, emendou em seguida.

Eu não sei nem o nome desses vizinhos, para começo de conversa. O único vizinho que conheço é esse da frente. Vocês não podem afirmar uma coisa dessas! De repente, vocês vêm com suposições de vizinho? Achei que o jornalismo da Record era mais responsável“, detonou Amanda.

Mea culpa

Mais tarde, em conversa com a irmã do rapaz que se exaltou contra Luiza Zanchetta – e que chegou a, mais tarde, desculpar-se no ar pelo ato impulsivo -, Luiz Bacci reconheceu as falhas de sua equipe.

Eu peço desculpas pela abordagem como agiota, nós vamos tratar como suspeito, como deve ser realmente, porque até que a polícia e a Justiça concluam se é agiota ou não existe uma distância“, retratou-se.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais