Chuvas no Rio destroem cidade cenográfica da novela O Sétimo Guardião

Publicado há 2 anos
Por Felipe Brandão
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

As chuvas no Rio de Janeiro se somaram à interminável lista de problemas nos bastidores da atual novela do horário nobre da Globo, O Sétimo Guardião. De acordo com a coluna do jornalista Flávio Ricco, a precipitação atingiu em cheio a imensa cidade cenográfica erguida para o folhetim das 21h.

Os estragos foram tamanhos que a direção já foi informada que será impossível recorrer ao ambiente para a gravação de várias das sequências que marcariam a reta final do folhetim. Novamente, o autor Aguinaldo Silva teve de entrar em ação. Coube a ele contornar mais esse pepino de sua problemática criação.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ele terá que reajustar o roteiro de vários capítulos. Tudo para transformar em internas várias cenas concebidas originalmente como externas. Uma saída bastante natural, diga-se de passagem. Com a cidade cenográfica sem a menor condição de uso, o jeito é focar as gravações nos estúdios do Projac.

Fracasso indiscutível entre público e crítica, O Sétimo Guardião acumula até agora média parcial de 28,4 pontos. Bem abaixo dos três últimos títulos do horário nobre, Segundo Sol (33,4), O Outro Lado do Paraíso (38,2) e A Força do Querer (35,7). A trama chega ao fim no dia 17 de maio. Será substituída por A Dona do Pedaço.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio