“Chorei de perder a voz”, diz Glamour Garcia sobre papel de Britney em A Dona do Pedaço

Publicado há um ano
Por Cadu Safner
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em A Dona do Pedaço, o autor Walcyr Carrasco apresentou para o Brasil uma de suas grandes apostas: trata-se de Glamour Garcia, de 30 anos, intérprete de Rarisson/Britney, filha caçula de Eusébio (Marco Nanini) e Dodô (Rosi Campos). A atriz faz sua estreia nas novelas com a personagem que levanta discussão sobre aceitação e representatividade LGBTQI+.

Transexual, Glamour Garcia conta com exclusividade ao Observatório da Televisão, a trajetória até sua chegada ao horário nobre da Globo. Após despontar como a Babete na série Rua Augusta, do canal TNT, Glamour Garcia afirma que esse papel contribuiu para entrada na atual trama das novela.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Todos os papeis contribuíram para que chegasse neste momento. A Babete foi uma personagem que sim, contribuiu para o papel da Britney porque já era uma parceria que eu fazia com a Nany Azevedo [agenciadora de talentos], que trabalha comigo, que é a minha agente e é uma profissional super competente“, disse ela, agradecida.

Glamour Garcia encarna seu primeiro papel em novelas (Reprodução: TVGlobo)

Formada em Artes Cênicas pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), Glamour Garcia conta que o convite para integrar o elenco de A Dona do Pedaço partiu do próprio Walcyr Carrasco e do produtor de elenco da trama, que a chamaram para um teste.

Glamour Garcia revelou sobre seu estado de êxtase ao receber a noticia da aprovação do seu teste. “Minha reação: de primeiro momento fiquei tão feliz, fiquei estática, minha irmã estava comigo em casa, eu comecei a chorar, gesticulava enquanto estava no telefone, olhava para ela chorando e sem voz, foi uma fusão de sentimentos, uma grande alegria. Eu sou muita grata, com certeza, ao Walcyr Carrasco, a Amora Mautner e toda a equipe.

A atriz conta que foi telespectadora de muitas novelas no passado, mas parou em Avenida Brasil (2012) devido a dedicação à carreira e outras atividades. Em 2016, a atriz estrelou nos palcos o monólogo dramático Salomé, e em 2018 recebeu o prêmio de Melhor Atriz no 2º Festival de Cinema de Paranoá, por seu papel no curta Nome provisório, dirigido por Bruno Arrivabene e Victor Allencar.

Britney (Glamour Garcia) em A Dona do Pedaço (Divulgação/ TV Globo)

Símbolo da luta contra o preconceito em sua universidade, Garcia mobilizou em 2009 uma série de manifestações depois de ter sido vítima de um ataque homofóbico. Ela abre seu coração e fala abertamente sobre o mercado de trabalho para pessoas transexuais. “Continua a mesma coisa que há dois mil anos atrás“, disparou.

Obsoleto, cruel, violento. As pessoas são muito desrespeitosas com homens e mulheres trans que estão sim em busca de trabalho e novas oportunidades. Até porque o que mais tem no Brasil são cidadãos transexuais com capacidade profissional em qualquer exercício. Infelizmente o preconceito, principalmente nesse momento em que vivemos, continua sendo um dos grandes empecilhos para os cidadãos em varias áreas de trabalho.”

Em sua cena de estreia, Britney chegou a liderar os Trending Topics mundiais. Surpresa com a recepção positiva, Glaomour Garcia é só alegria. “Feliz com essa devolutiva, é muito importante pra mim não só no sentido do carinho e apoio, mas por darem força à essa representatividade e movimento. A população LGBTQI+ tem o direito de se sentir representada, eu sinto com orgulho muito grande, que, principalmente essa devolutiva tem sido muito importante pra mim“, afirmou ela, que também está nos cinemas com o filme Horácio, dirigido por Mathias Mangin e estrelado por José Celso Martinez.

Britney (Glamour Garcia) em A Dona do Pedaço (Reprodução)

Rotina

Meu dia a dia é bem corrido porque A Dona do Pedaço também está sendo gravada conforme a devolutiva do público, os capítulos estão entrando bem fresquinhos pra gente“, contou ela. A atriz ainda revelou que com a rotina intensa, nos dias que consegue folga ela quer é descansar.

Humor

Integrando o núcleo de humor da novela, Glamour Gargia afirma não sentir dificuldade de fazer humor na televisão, porém, o desafio é dos mais interessantes. “A maior parte dos papeis que eu fiz, tirando os de teatro infantil, sempre foi drama ou tragédia. Esse é meu primeiro personagem inserido na comédia.

Medos da profissão

Meu maior medo é que nos atrizes, artistas percamos importunidades e espaço. É uma profissão almejada, mas ninguém entende direito o que é. Torço para que haja mais espaço para nós. Meu medo é perceber que existe uma onda retrógrada em relação a arte, isso pode atingir até o emocional.”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais