comum acordo

Chico Pinheiro deixa a Globo após 32 anos

A decisão foi anunciada por Ali Kamel

Publicado em 29/04/2022

Após 32 anos de serviços na Globo, Chico Pinheiro deixa a emissora nesta sexta-feira (29). A saída do jornalista foi confirmada por meio de um comunicado internado assinado por Ali Kamel, diretor-geral de Jornalismo da emissora.

O texto, enviado aos funcionários e divulgado pelo portal Notícias da TV, anuncia a saída do âncora do Bom Dia Brasil em comum acordo. Até o momento, ainda não há um substituto para sentar na bancada com Ana Paula Araújo no matinal.

“Depois de 51 anos de jornalismo diário, 32 deles na Globo, em comum acordo com a emissora, Chico decidiu deixar o dia a dia da vida de repórter, como ele faz questão de se definir. Pretende se dar um sabático e, mais adiante, se dedicar a atividades num ritmo mais espaçado”, diz o comunicado.

E combinou comigo que esperaria o fim de mais uma brilhante transmissão do Carnaval, a que se dedica há vinte anos, para que esse anúncio fosse feito, numa sexta-feira“, completou, lembrando que Chico fez as transmissões do carnaval de São Paulo na última semana.

Em ouro momento, Kamel reconheceu o trabalho do jornalista. “De nós, seus colegas e amigos, fica o reconhecimento de ter convivido na redação com um dos grandes jornalistas que a televisão brasileira já produziu e uma das pessoas “boa gente” com quem já compartilhamos histórias e experiências“.

Por fim, o diretor agradeceu a dedicação do jornalista. “Entre mim e Chico fica carinho e amizade, e muitas sextas feiras por vir. A ele, agradeço em nome da Globo por toda a contribuição que deu ao nosso jornalismo”, concluiu.

Nascido no Rio Grande do Sul, Chico Pinheiro se formou em jornalismo na PUC-MG (Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais) em 1976. Em 1977, ele foi trabalhar na Globo Minas, onde começou como chefe de reportagem e passou a atuar como repórter em Belo Horizonte do Jornal Nacional após uma concluir pós-graduação na Espanha.

Entre 1989 e 1995, Chico teve uma passagem pela Band e voltou à Globo em 1996 como âncora do Bom Dia São Paulo, seguido do Bom Dia Brasil e SPTV. Em 2011, Chico se mudou para o Rio de Janeiro para assumir a bancada do Bom Dia Brasil.