CEO da CNN Brasil defende William Waack publicamente: “Não merece uma punição eterna”

Para Douglas Tavolaro, o jornalista merece outra oportunidade profissional

Publicado há 3 dias
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O CEO da CNN Brasil, Douglas Tavolaro, tratou de defender seu contratado William Waack. O jornalista é o principal nome do canal de notícias e comanda o Jornal da CNN, exibido em horário nobre e fechando a programação.

No entanto, a contratação dele foi considerada polêmica, apesar de aguardada. Ele saiu da TV Globo depois que teve um vídeo seu vazado com comentários racistas, enquanto se preparava para apresentar o Jornal da Globo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Recentemente, a jornalista Alexandra Loras foi entrevistada pela CNN Brasil e questionou na emissora o fato de Waack, após ter sido demitido pelo ato racista, ter sido escolhido para comentar os protestos contra o racismo nos Estados Unidos e no mundo.

CEO da CNN Brasil, Douglas Tavolaro (Reprodução)

Questionado pelo UOL, Tavolaro deu seu parecer a respeito. “Ele cometeu um erro, ele se desculpou publicamente por esse erro e foi punido por isso. Ficou um tempo fora do mercado. Só que não merece uma punição eterna. Ele não merece outra oportunidade profissional depois de 40 anos de carreira? A CNN entendeu que ele merece”, concluiu.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais