Cena da proclamação da Independência mobiliza 160 pessoas

Famosa sequência vai ao ar nos próximos capítulos

Publicado há um mês
Por André Santana
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A esperada cena em que Dom Pedro (Caio Castro) proclama a Independência do Brasil irá ao ar nos próximos capítulos da edição especial de Novo Mundo. A sequência, gravada numa fazenda no município de Itaguaí (RJ) mobilizou 160 pessoas e se tornou um marco da produção.

As cenas foram gravadas no dia 31 de agosto de 2017, sob o comando do diretor artístico Vinícius Coimbra. Um dia de trabalho emocionante para os envolvidos, que durou quatro horas e reuniu 160 pessoas, entre equipe e figuração.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Além disso, a sequência contou com a presença de 23 mulas, sete cavalos, 20 armas longas, 10 espadas e 80 figurinos de escravos, índios, fazendeiros, homens do campo e militares para os figurantes que representavam o povo brasileiro e a comitiva do príncipe.

Na trama, Leopoldina (Letícia Colin) recebe uma carta das cortes portuguesas exigindo seu retorno imediato para Lisboa, assim como o de Dom Pedro. Na posição de regente durante a ausência do marido que está em São Paulo, ela se vê na obrigação de tomar uma decisão pelo povo brasileiro e assina a separação de Brasil e Portugal para que o reino não volte a ser colônia.

Com isso, Joaquim (Chay Suede) vai imediatamente atrás de Dom Pedro. Ao encontrá-lo, informa o ocorrido e entrega a carta que Leopoldina escreveu avisando que as cortes portuguesas ordenaram a partida deles e os ameaçou.

Pedro, então, precisa decidir o futuro do Brasil. Ao lado de Joaquim, Chalaça (Romulo Estrela), Francisco (Alex Morenno) e outros cavaleiros, proclama a Independência do Brasil para a alegria do povo presente.

Novo Mundo é escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson, com Duba Elia, João Brandão e Renê Belmonte e tem direção artística de Vinícius Coimbra e direção de André Câmara, João Paulo Jabur, Bruno Safadi, Guto de Arruda Botelho e Pedro Brenelli.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais