Cecília em Vale Tudo, Lala Deheinzelin fala sobre a carreira: “Privilégio de fazer coisas muito boas”

Hoje ela trabalha com economia criativa e colaborativa e deixou de lado a carreira de atriz

Publicado há 3 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Conhecida por ter feito várias produções da TV, entre elas Vale Tudo (1988), trama na qual vivia Cecília, esposa de Laís (Cristina Prochaska), formando o primeiro casal de lésbicas da televisão brasileira, Lala Deheinzelin afirma que apesar dos problemas, hoje o tema é tratado de forma mais clara e revelada.

“Naquela época tínhamos que cuidar muito em como criar as personagens para que as pessoas pudessem empatizar com elas”, declarou a estrela à colunista Patrícia Kogut. A novela está disponível na plataforma de streaming Globoplay desde o dia 19 de julho.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Lala, que se tornou palestrante e especialista em economia criativa e colaborativa, disse ainda ser reconhecida na rua pelos trabalhos que fez como atriz. Além de Vale Tudo, ela esteve também em A História de Ana Raio e Zé Trovão (1990/91), na TV Manchete, e na minissérie As Noivas de Copacabana (1992), na TV Globo.

“Fico feliz com isso. Tive o privilégio de fazer coisas que foram muito boas na TV, mesmo tendo sido um período curto, pois logo tomei outra direção”, concluiu Lala Deheinzelin.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais