Casagrande desabafa ao vivo durante encerramento da Copa e chora junto com Galvão Bueno

Publicado há 2 anos
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste domingo (15), após a França ter vencido a Croácia por 4×2 e ter garantido o seu segundo título na Copa do Mundo, Walter Casagrande, comentarista esportivo da Globo, inesperadamente resolveu fazer um desabafo ao vivo.

Veja: “Quero muito continuar trabalhando, é minha vida”, diz Galvão Bueno sobre aposentadoria

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Pra mim essa Copa é a Copa mais importante da minha vida. Eu tinha uma proposta, quando eu vim pra cá, quando eu sai do Brasil, que era chegar aqui, pela primeira vez numa Copa do Mundo, sóbrio, permanecer sóbrio, e voltar para a minha casa sóbrio. Então eu estou muito feliz”, falou o profissional, indo às lágrimas.

Leia: Globo esmaga a concorrência com a final da Copa do Mundo da Rússia; veja os números

“Assim você chora e me faz chorar também. Parabéns, Casa, que Deus te abençoe”, declarou então, Galvão Bueno, com a voz embarcada e ficando um tempo em silêncio. “Vamos lá, ainda tem coisa para acontecer. Muitas lágrimas vão rolar ainda”, continuou o narrador.

Casagrande opina no SporTV sobre gritos homofóbicos na Copa: “Não suporto”

A saber, após a Fifa ter decidido abrir um processo disciplinar contra o México por causa dos gritos homofóbicos que a torcida mexicana realizou na partida contra a Alemanha que aconteceu no último dia 17 na Copa do Mundo, Walter Casagrande surpreendentemente falou sobre o assunto no Seleção SporTV, programa do canal pago.

“Se começar a ter um grito desse constantemente em uma partida de futebol, eu acho que o árbitro deveria apitar, parar o jogo, e os jogadores saírem para decidir. Não pode continuar com uma coisa dessa, é desagradável para todo mundo”, apontou, então, o comentarista.

 

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio