Cartola é lembrado pelo programa Recordar é TV desta terça na TV Brasil

Publicado há 3 anos
Por João Paulo Reis
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A TV Brasil resgata momentos antológicos do sambista Cartola no programa Recordar é TV que vai ao ar nesta terça (5), às 22h45. A emissora pública utiliza conteúdo preservado de acervo para rever a participação do bamba e de seus amigos nos programas “Raízes” e “Em algum lugar do passado”, da antiga TV Educativa do Rio de Janeiro, nas décadas de 1970 e 1980.

A produção apresenta depoimentos de ícones do samba como Dona Zica, Alcione, Beth Carvalho e Paulinho da Viola e do próprio Cartola. As entrevistas que contam a trajetória do cantor e compositor são intercalada por interpretações dos maiores sucessos do poeta como “Tive sim”, “As rosas não falam”, “Disfarça e chora”, “O sol nascerá”, “Alvorada”, “Amor proibido” e “Quem me vê sorrindo”, entre outros.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Celso Portiolli grava edição especial de Em Nome do Amor; veja imagens 

Agenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola, foi um dos fundadores da escola de samba Estação Primeira de Mangueira junto com o amigo e grande parceiro musical Carlos Cachaça. Durante o programa, ele comenta a importância dessa e de outras parcerias em sua carreira. Autor de sambas inesquecíveis, Cartola é considerado um dos maiores compositores do país e sua poesia continua viva e renovada pelas novas gerações de cantores.

Para celebrar o talento e a sensibilidade do bamba, o programa da TV Brasil recupera do material de arquivo histórias contadas pelo próprio Cartola. Entre elas, a emissora pública seleciona para essa edição do Recordar é TV em homenagem ao sambista, trechos em que ele destaca o prazer de realizar tantas coisas em vida. O artista morreu de câncer em 30 de novembro de 1980, aos 72 anos.

Leia também: Power Couple: Munik se irrita e chora durante briga com Anderson

Os depoimentos de personalidades da música brasileira como Hermínio Bello de Carvalho, Beth Carvalo e Paulinho da Viola ajuda a construir um painel sobre a visão que outros artistas consagrados e iniciantes tinham sobre o Divino. A homenagem valoriza e reconhece a importância de Cartola não só para o samba como também para todo o repertório da música popular brasileira.

Com letras de natureza poética e melodia rica, como “O mundo é um moinho” e “As rosas não falam”, as canções do Poeta das Rosas tornaram-se inesquecíveis. Cartola lançou seis discos, fez participações em vários álbuns e recebeu diversas homenagens e tributos. Até na sétima arte, o bamba se envolveu. Os filmes “Orfeu Negro” (1953) e “Os Marginais” (1968) trazem participações especiais do músico que também marcou presença em “Ganga Zumba” (1963).

Leia também: Segundo Sol: Luzia revela para Ícaro que é a mãe dele

Sobre o programa e as novas edições

O programa Recordar é TV leva ao telespectador conteúdos que representam momentos importantes da memória da televisão brasileira a partir de material preservado no acervo da emissora pública com os registros feitos na época da TVE do Rio de Janeiro.

Shows, programas de auditório, grandes entrevistas, matérias jornalísticas marcantes, musicais e peças de teledramaturgia serão revisitados em nova roupagem pela atração. O objetivo é tornar esses vídeos de acervo atraentes ao grande público e alvo da curiosidade daqueles que se interessam pela história das mídias como um dos expoentes da cultura nacional.

Para as próximas semanas estão previstas edições temáticas com grandes ícones da música, além de homenagens a artistas consagrados como Aracy de Almeida, entre outros.

Serviço:

Recordar é TV – terça-feira (5), às 22h45, na TV Brasil.
Recordar é TV – sábado (9), às 18h, na TV Brasil.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio