Carolina Dieckmann revela drama pessoal da época de Mulheres Apaixonadas: “Sofri muito”

A estrela estava se separando de Marcos Frota enquanto atuava na novela

Publicado há 2 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Mulheres Apaixonadas (2003), novela das 21h de Manoel Carlos que será reprisada a partir do dia 24 de agosto pelo canal Viva, Carolina Dieckmann viveu Edwiges, jovem que se apaixona por Cláudio (Erik Marmo).

Em entrevista ao Gshow, Carolina declarou que irá matar a saudade da época, assim como faz com Fina Estampa, novela de Aguinaldo Silva reexibida atualmente pela TV Globo na qual a atriz interpretou Teodora, ex de Quinzé (Malvino Salvador).

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Sempre vejo o personagem como um degrau, um momento único, que não se repete, mas que ajuda a gente a chegar a outros lugares. Então, tudo que fiz antes da Edwiges me ajudou a fazê-la, assim como ela me ajudou para tudo que fiz depois”, apontou a estrela.

Com relação ao folhetim do Maneco, a artista diz ter lembranças felizes e tristes do período. “No começo vivi o final do casamento com o Marcos [Frota]. Foi um momento que sofri muito. Me lembro de ficar deitada no colo das camareiras sofrendo”, destacou.

“Já no finalzinho da novela, foi quando estava começando o meu namoro com o Tiago [Worcman, com quem segue casada], que foi um momento muito feliz também. Tudo aconteceu dentro dessa novela”, concluiu Dieckmann.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregar mais