Carolina Dieckmann, Maria Ribeiro, Alexandre Pires, Paulo Miklos e Pretinho da Serrinha são os convidados do Altas Horas

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Cantar não é uma tarefa fácil. Atuar, muito menos. Se para alguns o talento é nato, para outros o estudo e a prática são o caminho certo para atingir uma bela voz ou uma representação convincente. No ‘Altas Horas’ deste sábado, dia 29, Carolina Dieckmann e Maria Ribeiro mostram que, além de boas atrizes, são ótimas cantoras: as duas soltam a voz com o violão e o ukulele ao lado do compositor Pretinho da Serrinha, conhecido por letras do músico Seu Jorge, e agora um dos novos sucessos do teatro brasileiro. A atração também conta com Paulo Miklos, ex-Titãs cada vez mais presente nas telonas nacionais, e Alexandre Pires, sambista e entusiasta dos amigos multitalentosos.

“Eu fico tão feliz quando eu vejo um ator cantando e um cantor interpretando”, comenta Alexandre, ao assistir apresentação dos amigos. “O brasileiro é muito talentoso. Precisamos sair do preconceito, do bairrismo, do que pode ou que não pode. Acho muito bonito quando isso acontece. Gostaria muito de ser um artista como vocês porque a arte brasileira é a mais linda e rica de todas”, elogia o cantor. O trio formado por Carolina, Maria e Pretinho agradece, mas promete que há muito mais no espetáculo que estrelam desde julho, o “Tryo Elétryco”. A peça mistura roda de samba e teatro, e tem sido, segundo o grupo, uma ótima oportunidade para mostrar seus diferentes talentos. “Pretinho dá uma consistência para gente”, brinca Maria.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A atriz se garante quando o assunto é seu novo filme, o drama “Como Nossos Pais”. O longa chega aos cinemas em setembro para contar a história de Rosa, uma mulher que tenta ser perfeita em todas suas obrigações como profissional, mãe, filha, esposa e amante. “É uma garota de 35 anos indo para a segunda etapa da vida e vendo o que vai fazer dali em diante”, explica Maria, que considera a história uma obra feminista. Serginho elogia o trabalho da atriz e levanta uma curiosidade: “Parte do filme foi filmado na escola onde eu e Paulo Miklos estudamos quando jovens.”

Com mais de dez trabalhos feitos entre o cinema e a dramaturgia, o cantor Paulo Miklos relembra sua carreira ao lado de amigos como Nando Reis e destaca sua participação na série ‘Sob Pressão’, em que interpreta um personagem polêmico. “É daqueles que a gente gosta, bem intenso”, diz.

O ‘Altas Horas’ vai ao ar aos sábados, após o ‘Zorra’.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio