Carlos Alberto de Nóbrega vai ao Programa Raul Gil e tira o chapéu para Jair Bolsonaro: “Eu queria um que tirasse o PT do governo”

Publicado há 2 anos
Por Renan Vieira
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A apresentador Carlos Alberto de Nóbrega participou, neste sábado (22), do Programa Raul Gil, no SBT. Nóbrega foi o convidado do tradicional quadro Pra Quem Você Tira o Chapéu?. De primeira, ele teve que avaliar uma personalidade polêmica e, sim, ele aprovou. Se trata do presidente eleito Jair Bolsonaro.

“Eu sou muito franco, eu não ia votar nele. Eu ia votar no candidato que eu acreditava, mas ele não tinha a mínima possibilidade de ser eleito. Aí, isso sem querer ofender, é meu ponto de vista, é a minha cor política. Eu queria um que tirasse o PT do governo. O único que poderia tirar era o Bolsonaro”, explicou Carlos Alberto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Leia também: Após ser baleada, Marocas passa por cirurgia, em O Tempo Não Para, na Globo

E continuou: “Mas eu não queria votar nele [no Bolsonaro]. Então, eu falei ‘não vou votar, eu já tenho 82 anos, não preciso mais votar. Eu estava almoçando, no dia da eleição, lá em Alphaville, três e meia da tarde, eu vi um garçom falar ‘seu Carlos, eu acho que homem aí não vem nem para o segundo [turno], vai ganhar no primeiro’”.

Ainda sobre a participação de Carlos Alberto no Raul Gil

De acordo com o apresentador de A Praça É Nossa, a fala do garçom mudou sua mentalidade sobre votar. “Quando ele falou isso, eu falei ‘meu Deus, um voto é importante. Vai que um voto meu, um voto de alguém possa botá-lo [no poder] logo. Sem o título de eleitor, eu vim para São Paulo, lá no Morumbi, e votei nele e não me arrependo”.

Para Carlos Alberto, antes mesmo de assumir o poder, Bolsonaro já está transformando o país. “Esse homem, ainda, não tomou posse e já está mudando o Brasil. Está certo? Você veja o dinheiro que os estrangeiros já estão querendo colocar no Brasil. O medo que as pessoas já estão da criminalidade, os bandidos, eles estão assustados”, afirmou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio