Carlinhos Brown vibra com seu time no The Voice Kids: “vieram com muita garra”

O programa vai ao ar aos domingos na Globo

Publicado em 13/8/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A experiência, o axé, o conhecimento musical e a própria baianidade conferem a Carlinhos Brown uma aura de líder do The Voice Kids. E a vibração positiva que ele entrega no programa é devolvida pelos colegas de equipe e integrantes de seu time e dos outros com máxima reverência.

Mais do que nunca nesta edição, nosso showman chamou para si a responsabilidade de emocionar os kids e o público de casa com sua poesia e frases de efeito. Desta vez, ele cunhou o bordão “brincou”. A cada apresentação bem-sucedida, o músico pergunta se o candidato ‘brincou’, a partir da resposta dele ou dela, os técnicos repetem uníssonos o “brincou”. A ideia dele é mostrar que, apesar dos sonhos dos participantes e de suas famílias estarem em jogo, o mais importante é se divertir durante a apresentação no reality.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Neste domingo, o time de Michel Teló abre o terceiro programa da fase das batalhas, com a apresentação do trio formado por Bryan Ferreira, Paulinho Arretado e Pietro Rios. Em seguida, é a vez do time de Gaby Amarantos subir ao palco com Helena Benelmans, Nicoly Lima e Rafa Chagas.

Com a voz de João Vitor Kindel, Mirella Vallandro e Nicole Falcão, todos do time Brown, termina o primeiro bloco. Na sequência, é a vez de Brenda Tesseroli, Maria Victória e Raissa Diniz defenderem o time Teló no palco. Pelo time Gaby, Bel Moura, Izadora Rodrigues e Luisa Simões se apresentam em seguida. E pelo time Brown, Elis Cristine, Heryene e Rayssa Rafaela encerram mais uma rodada da fase de batalhas.

Na entrevista abaixo, o técnico Carlinhos Brown fala o que tem observado no programa deste ano.

Para você, qual o maior ponto de destaque no time Brown nesta edição?

Nesta edição, as misturas deram densidade e características muito próprias ao Time Brown. E sinto que está sendo também o maior momento de maturidade para o estilo Bossa Nova. Nossos kids vieram com muita garra, desenvoltura e conhecimento melódico, e isso se destacou bastante.

Algo te chama atenção em especial nessa formação?

Foi lindo ter uma percussionista, que veio cantando e tocando percussão, fazendo isso de forma inédita. Também grandes cantores vindos do movimento sertanejo e se adaptando a outros estilos, além de outros momentos muito especiais. Gosto muito de perceber que as crianças encontram no Time Brown um espaço de experimentações. E elas dão respostas cada vez melhores e mais brilhantes.

Qual foi o maior desafio dessa fase das batalhas?

O desafio do programa, verdadeiramente, para mim, acontece com as batalhas. As audições às cegas têm um caráter especial de uma vitrine, com a exposição desses grandes talentos. Nas batalhas, o jogo começa. Os times perdem muitos desses talentos, que voltam para casa, mas isso faz parte do jogo. Eles já têm a consciência de que cantam bem, que são grandes artistas que foram escolhidos para aquilo ali, pois mesmo os que não seguem no jogo são grandiosos. E no Tira-Teima fica ainda mais disputado! Nessa fase das batalhas, o maior desafio, para mim, foi acertar no canto. Foi escolher quem aceitou o desafio de cantar uma coisa diferente do seu estilo, mas que estava na nota, estava no ritmo, estava na concentração. Estou muito feliz.

O The Voice Kids tem direção artística de Creso Eduardo Macedo e apresentação de Márcio Garcia, com Thalita Rebouças nos bastidores. O reality vai ao ar na TV Globo aos domingos, após Temperatura Máxima. A nova temporada do The Voice Kids também pode ser vista nas telas do Gloob, a cada sexta-feira – seguinte à exibição de domingo na TV Globo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em Alta

Carregando...

Erro ao carregar conteúdo.

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio