Carla Cristina Cardoso festeja repercussão da Lulu e relembra apoio da mãe

Publicado há 10 meses
Por Guilherme Rodrigues
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Responsável por ter vivido a Lulu de Bom Sucesso, novela das 19h que terminou na última sexta-feira (24), Carla Cristina Cardoso afirmou que a personagem que interpretou era popular e que tinha um ótimo astral.

“Me marcou bastante e, diferentemente de outros papéis, desta vez muitos homens me pararam na rua para comentar que estavam assistindo à novela. Eles citaram os sambas, a música de Zeca Pagodinho… Acredito que o fato de a trama retratar Bonsucesso também fez a diferença”, analisou a estrela à Patrícia Kogut.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A famosa afirmou que a mãe, Dona Iracema, que morreu há dez anos, lhe apoiou para que ela vencesse o preconceito. “Minha mãe sempre dizia: ‘Você pode ser o que quiser. O que não é bom é você deixar se contaminar pela cabeça dos outros’”, relembrou.

“Eu sei que o preconceito existe e começa a fazer parte da nossa consciência a partir do momento em que saímos do seio familiar e vamos para a rua. Amigos da escola e do bairro olhavam para mim e falavam: ‘Pobre, preta, gordinha e quer ser atriz?’. Ainda bem que o incentivo de casa foi o que falou mais alto”, refletiu.

Com relação ao futuro, Carla, que está com 44 anos, revelou que pretende entrar na fila de adoção. Ela namorada há quatro anos a estudante de direito Carolina Chamon. “Sempre pensei nisso, desde os meus 15 anos. Ando pesquisando para saber como adotar irmãos”, afirmou.

“Também estou atenta às possibilidades de conhecer crianças de outros estados. Meu sonho é ser mãe de gêmeos, e adotaria até crianças que não fossem bebês. Não tenho exigência. Para mim, o mais importante é ter alguém para dar amor”, concluiu Carla.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio