Canal Multishow divulga nota de pesar pela morte de Paulo Gustavo: “Palmas eternas”

Humorista perdeu batalha contra a covid 19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O canal Multishow acaba de divulgar, por meio de sua assessoria de imprensa, uma nota de pesar pela perda do humorista Paulo Gustavo. Ele faleceu na noite desta terça-feira (4), no Rio de Janeiro, após mais de dois meses internado, lutando contra os efeitos da covid 19.

Paulo Gustavo era energia pura, um talento nato, um grande artista. Fazia seu trabalho com maestria e foi responsável por encorajar e abrir portas para toda uma nova geração de humoristas. Usou seus personagens e sua própria imagem como voz ativa na luta por pautas importantes da sociedade, como o racismo e a homofobia“, recordou a emissora paga.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

À família do Paulo – Dona Déa, Júlio Marcos, Ju Amaral, Thales e os meninos, Gael e Romeu – todo o nosso carinho e solidariedade. Que a longa e difícil luta do Paulo pela vida seja um marco para que nosso país se una no combate à pandemia“, acrescentou ainda.

Muito obrigado por ter dividido com o Brasil todo seu talento e sua alegria. Você marcou a nossa história. Palmas eternas para você, nosso amado PG“, concluiu o comunicado.

Paulo Gustavo chegou ao Multishow em 2011, como protagonista da sitcom 220 Volts, e ao longo da década estrelou vários outros sucessos da casa, como Vai Que Cola (2013), A Vila (2017), Paulo Gustavo na Estrada (2014) e Além da Ilha (2018).

Confira a íntegra do comunicado do Multishow

Hoje, o Brasil perde um de seus artistas mais queridos. Para o público, um ídolo, um gênio da comédia. Para nós do Multishow, além de tudo isso, também um amigo e uma parte importante da nossa história.

Paulo Gustavo era energia pura, um talento nato, um grande artista. Fazia seu trabalho com maestria e foi responsável por encorajar e abrir portas para toda uma nova geração de humoristas. Democratizou o humor e levou para a TV toda a sua capacidade artística, seus personagens que eram intensos e reais. Além de excelente ator, ele foi um roteirista preciso, com textos leves e recheados de nuances. Usou seus personagens e sua própria imagem como voz ativa na luta por pautas importantes da sociedade, como o racismo e a homofobia.

Chegou ao Multishow em 2011 com o “220 Volts – A Série”, levando para a telinha personagens que ficaram na história e levaram muita diversão para a vida dos brasileiros, como Senhora dos Absurdos, Sem Noção e a inesquecível Dona Hermínia, inspirada em sua mãe, Dona Déa, com quem milhões de famílias se identificam.

Nessa década de sucessos, Paulo estrelou “Vai Que Cola” (2013), ao lado de grandes parceiros e amigos como Marcus Majella, Tatá Werneck e Samantha Schmütz; “Paulo Gustavo Na Estrada” (2014), que mostrou os bastidores de sua turnê pelos teatros do Brasil; “A Vila” (2017), uma sitcom que mostrava as confusões do ex-palhaço Rique, e “Além da Ilha”, uma comédia thriller em parceria com o Globoplay.

Versátil, dinâmico e com um talento incrível para transmissões ao vivo, Paulo Gustavo comandou seis edições do Prêmio Multishow, dividindo o palco com nomes como Ivete Sangalo, Tatá Werneck, Anitta, Iza e Didi Wagner. Seu último trabalho no Multishow foi o “Especial 220 Volts”, feito em parceria com a TV Globo e exibido no Natal de 2020.

À família do Paulo – Dona Déa, Júlio Marcos, Ju Amaral, Thales e os meninos, Gael e Romeu – todo o nosso carinho e solidariedade.

Que a longa e difícil luta do Paulo pela vida seja um marco para que nosso país se una no combate à pandemia.

Nós, da Família Multishow, estamos profundamente abalados, mas seguiremos com a missão do Paulo Gustavo, que era a de tornar o humor uma forma de cura, de alento, de escape para essa loucura toda que vivemos.

Muito obrigado por ter dividido com o Brasil todo seu talento e sua alegria. Você marcou a nossa história. Palmas eternas para você, nosso amado PG.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio